“Ideologia política nunca falará mais alto que a entrega do serviço público à população”, afirma Neto Evangelista

A oferta de serviços públicos de qualidade aos ludovicenses nunca será impedida por ideologia política, segundo o candidato a prefeito de São Luís, Neto Evangelista (DEM). Durante entrevista à Rádio Educadora, na quarta-feira (22), o candidato apresentou propostas viáveis e condizentes com a realidade local para as áreas de mobilidade, cultura, esporte e assistência social.

“Tenho ciência da situação fiscal de São Luís e não vou prometer o que sei que não poderei cumprir. Tenho pé no chão, compromisso com a verdade e farei o meu melhor, baseado na minha experiência política e administrativa para executar uma gestão que a cidade nunca viu”, afirmou Neto Evangelista.

Transporte público e Assistência Social

O aperfeiçoamento do bilhete único foi uma das ações garantidas por Neto para melhorar a mobilidade no transporte público de São Luís. Entre as melhorias que pretende implementar nesse serviço estão o aumento do tempo do bilhete único para duas horas e a permissão para que os passageiros usem o bilhete nos sentidos de ida e volta do percurso.

Com relação a assistência social, Evangelista disse que as ações serão iniciadas pelas 75 mil famílias ludovicenses que atualmente estão em situação de extrema pobreza. “Nossa política de assistência acompanhará essas pessoas e vai oferecer ações intersetoriais vinculadas à saúde, à educação, ao esporte e lazer, dando dignidade e oportunidade para que elas saiam desta situação”, explicou Neto.

Combate à fome e empreendedorismo

O candidato reafirmou o compromisso de fomentar o empreendedorismo e proporcionar alimentação de qualidade visando o combate à fome de pessoas em situação de vulnerabilidade, por meio de programas já executados por ele quando esteve à frente da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes), a exemplo do ‘Mais Renda’ e dos Restaurantes Populares.

Segundo ele, o Programa “Mais Renda São Luís” vai capacitar pequenos empreendedores para que eles tenham seu próprio negócio e saibam gerenciá-lo, fazendo com que a pessoa tenha uma renda satisfatória. Ele garante ainda que Restaurantes Populares Municipais também serão construídos para proporcionar uma alimentação de qualidade a quem normalmente não teria condições. “São ações que fiz como secretário e farei também quando for prefeito de São Luís”, enfatizou.

Cultura, esporte e patrimônio

Para a cultura e o esporte, Neto Evangelista assegurou a regulamentação das leis municipais de incentivo a essas áreas. Além disso, anunciou o calendário de cultura com programações que serão realizadas durante o ano inteiro e a construção de seis Centros de Esporte, Lazer e Paz (Compaz) para crianças e adolescentes utilizarem no contraturno das escolas.

Neto defendeu, ainda, o trabalho de habitação do Centro Histórico para proporcionar dinamismo ao local e resgatar o patrimônio histórico da cidade.

Em Lago da Pedra, Flávio Dino e Bolsonaro têm mais de 60% de aprovação

Pesquisa da Escutec, realizada em Lago da Pedra, mostra o governador Flávio Dino e o presidente Bolsonaro com mais de 60% de aprovação.

De acordo com a Escutec, a administração de Flávio Dino é aprovada por 64% dos lagopedrenses, enquanto que 31% desaprovam.

Bolsonaro também mantém boa aprovação na cidade. Ele é aprovado por 60%, enquanto 33% desaprova.

Na corrida pela Prefeitura, Maura Jorge e o atual prefeito Laércio Arruda travam uma disputa acirrada.

A pesquisa ouviu 400 eleitores em Lago da Pedra nos dias 18 e 19 deste mês.

Flávio Dino desmente informação de que negou segurança a Bolsonaro em visita ao MA

O governador Flávio Dino desmentiu a informação de que teria negado segurança ao presidente Bolsonaro na sua vinda à cidade de Balsas, nesta sexta-feira.

“Acabo de descobrir que a mentira de que eu neguei segurança a Bolsonaro em Balsas partiu dele próprio. Exijo que ele mostre o documento que prova a sua versão”, disse Dino.

Bolsonaro participaria de um evento religioso, mas cancelou.

A secretaria de Segurança divulgou a seguinte nota:

“A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão informa que é mentirosa qualquer versão de que foi negada segurança ao Presidente da República pela pasta da Segurança Pública, em suposta visita à cidade de Balsas”.

Felipe dos Pneus recebe apoio do governador Flávio Dino

O candidato a prefeito de Santa Inês, Felipe dos Pneus, recebeu o apoio do governador Flávio Dino.

Líder nas pesquisas, Felipe ganha um reforço de peso à sua campanha, já que Dino conta com mais de 60% de aprovação no estado.

“Conheço a sua capacidade de trabalho, o seu entusiasmo, a sua determinação de fazer mais e melhor. Acredito que, muito respeitosamente, para as famílias de Santa Inês, ele é um bom caminho, é uma pessoa que está querendo mostrar trabalho, que está querendo trabalhar e tem a minha solidariedade nesta caminhada. Tenho certeza que ele vai fazer um grande trabalho a frente da Prefeitura de Santa Inês. Felipe dos Pneus é 10 como deputado e será 10 como prefeito de Santa Inês”, afirmou Flávio Dino. Veja no vídeo acima.

Natássia Weba arrasta população do Sol e Mar e Vila Luizão em caminhada

A candidata a vereadora pelo PSD, Natássia Weba reuniu moradores dos bairros do Sol e Mar e Vila Luizão para uma caminhada.

Natássia com todo o seu carisma e humildade, passou de casa em casa, paradas de ônibus e estabelecimentos comerciais, para cumprimentar as pessoas e mostrar suas propostas.

Natássia já vem fazendo caminhada em vários bairros da cidade, e sempre arrastando um número muito elevado de pessoas ao seu lado. A cada dia vem conquistando o seu eleitorado, em vários bairros da Ilha.

“Quando eu vi ela, logo fui com a cara dela, uma jovem sorridente, humilde, que pega em nossa mão, olha em nossos olhos. Eu senti confiança nela. Eu sei que ela vai fazer a diferença”, afirmou, a moradora da Vila Luizão, Helena.

“Cada casa que eu vou, cada pessoa que eu conheço, nasce em mim uma vontade cada vez maior em lutar por essa cadeira na Câmara Municipal de São Luís. Quero poder dar o melhor para os ludovicenses. E vou conseguir!”, declarou, Natássia Weba.

Vianense é favorito nas Eleições Gerais do Sindicato dos Servidores da Justiça

No próximo dia 4 de novembro, os filiados do Sindicato dos Servidores da Justiça do Estado do Maranhão (Sindjus-MA) irão escolher um novo presidente. Entre os concorrentes, e favorito à vitória, está o bacharel em Direito, George Ferreira, que também é auxiliar judiciário do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) e natural de Viana, na Baixada Maranhense.

Nasceu, cresceu e estudou em Viana. Em 2006, ingressou no serviço público do Poder Judiciário por meio de concurso.

Depois de um tempo lotado em Viana, conseguiu remoção para São Luís onde cursou e concluiu o ensino superior. “Sou bacharel em Direito. Ainda em Viana, filiei-me ao Sindjus-MA, e me engajei nas ações, mobilizações e greves. Sempre viajava para São Luís, juntamente com os amigos da Comarca de São Bento, para as Assembleias Gerais, porque queria participar das decisões de interesse da nossa categoria”, conta.

Ele coloca o movimento sindical como fundamental para a defesa dos interesses da classe trabalhadora  e considera importante que os filiados do Sindjus-MA participem do pleito no dia 4 de novembro. “O Sindicato existe para defender o trabalhador! É ele que se coloca diante do patrão em melhores condições para dialogar e negociar, ou mesmo, para pressionar, se isso for necessário! Então é muito importante que os filiados participem em peso das eleições, porque quanto maior for a participação, maior será a legitimidade e a força dessa nova diretoria para defender os servidores junto à Administração do Tribunal de Justiça”.

Em sua trajetória sindical, o vianense já foi conselheiro fiscal, secretário de Cultura e, atualmente, é vice-presidente do Sindjus-MA. “Esse foi um caminho de muito aprendizado e hoje me sinto, verdadeiramente, pronto para presidir o Sindjus-MA e estar à frente do diálogo e das negociações com a Administração do Tribunal de Justiça do Maranhão. Tenho capacidade para defender os servidores com autonomia e independência”, afirma.

A maior bandeira da chapa de Ferreira é a aprovação do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos Servidores do Poder Judiciário. “Estamos dialogando com a Administração. No dia 9 de setembro, o presidente do Tribunal, desembargador Lourival Serejo, me chamou para uma reunião e reafirmou a intenção de aprovar e implementar o novo Plano de Cargos. Essa seria uma grande vitória para todas as carreiras do Judiciário: auxiliares, técnicos, analistas, oficiais de justiça, comissários e também para aposentados e pensionistas”.

Com essa plataforma, um vianense tem grande chance de assumir um dos  Sindicatos mais importante do Maranhão, respeitado inclusive fora do Estado. Do blog Vianensidades.

Bolsonaro sabia da compra de vacinas, mas recuou após pressão de apoiadores

O presidente Jair Bolsonaro foi informado no último final de semana da intenção da compra, pelo Ministério da Saúde, de 46 milhões de doses da vacina CoronaVac, em desenvolvimento pela empresa chinesa Sinovac com o Instituto Butantan.

Segundo assessores tanto do Palácio do Planalto como do Ministério da Saúde, Bolsonaro, inicialmente, não se opôs à iniciativa, mas mudou de posição no final da tarde da terça-feira (20), após repercussão negativa de seus apoiadores nas redes sociais.

Desde o anúncio feito pelo ministro Eduardo Pazuello, em reunião virtual com governadores, eleitores bolsonaristas iniciaram campanha nas redes contra o que chamam de “vacina chinesa”.

As críticas chegaram ao perfil oficial do presidente, que decidiu adotar um recuo estratégico. Na própria terça-feira (20), segundo relato feito à Folha, ele telefonou a Pazuello para informar que se posicionaria contra o anúncio.

Na manhã desta quarta-feira (21), antes de o presidente se manifestar nas redes sociais, Pazuello chegou a entrar em contato com representante do governo paulista. Segundo um auxiliar da gestão estadual, ele informou que a compra de doses seria menor do que a anunciada no dia anterior.

A tentativa do ministro de diminuir a tensão, no entanto, não deu certo. Após as críticas do presidente, Bolsonaro e Pazuello se falaram por telefone para ajustar a mudança de discurso e combinar a divulgação de uma nota pública, na qual alegaram que houve “interpretação equivocada”.

Como lembraram auxiliares palacianos, Pazuello costuma informar todas as iniciativas de sua pasta a Bolsonaro e não faz nada sem o conhecimento do chefe do Executivo, o que não foi diferente neste episódio.

​Em conversas reservadas na manhã desta quarta, o presidente elogiou a rápida reação de Pazuello e disse que ele não é como o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, que resistia a obedecer e a seguir as suas orientações.

Segundo aliados do general, apesar de ter recebido diagnóstico de que está com Covid-19, ele demonstrava tranquilidade nesta manhã, sem receio de retaliação do presidente.

Além da reação negativa nas redes sociais, o recuo do presidente, segundo assessores, deveu-se à comemoração do governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Após o anúncio de Pazuello na terça-feira, Doria disse que “venceu o Brasil”.

O tucano é pré-candidato à sucessão presidencial em 2022, quando Bolsonaro pretende disputar a reeleição. Em mensagem a ministros, relatada à Folha, o presidente ordenou que, a partir de agora, sua equipe não trate sobre iniciativas de imunização com o governador paulista.

Pessoas próximas a Pazuello dizem que uma declaração de Bolsonaro contra a vacina CoronaVac direcionada ao seu eleitorado fiel já era, em parte, esperada, dado o tom adotado pelo presidente nos últimos dias.

A atitude agressiva, no entanto, pegou de surpresa parte do grupo. Nas redes sociais, Bolsonaro chegou a falar em traição. Fez ainda um comunicado na internet sobre o que chamou de “vacina chinesa de João Doria”: “Não se justifica um bilionário aporte financeiro num medicamento que sequer ultrapassou sua fase de testagem”, escreveu. “Diante do exposto, minha decisão é a de não adquirir a referida vacina.”

A afirmação de não investir em uma vacina que não ultrapassou a fase de testagem, porém, contrasta com a decisão do próprio governo, que anunciou em agosto um acordo para compra de 100 milhões de doses da vacina em desenvolvimento pela Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca. O valor investido também foi de R$ 1,9 bilhão.

À Folha, secretários de saúde que acompanharam o encontro de terça ressaltaram que a crítica feita por Bolsonaro não faz sentido, uma vez que a maior parte dos insumos para todas as vacinas já provêm da China, o que teria sido, inclusive, citado na reunião entre o ministro e os governadores.

Como mostrou a Folha, Pazuello enviou no dia 19 de outubro ao diretor-geral do Instituto Butantan, Dimas Covas, um ofício em que confirmava a intenção de compra das doses. No ofício, o ministro informava ela requeria aprovação pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

No encontro virtual com governadores, o ministro disse que a CoronaVac seria “a vacina brasileira” e que o seu ofício “é o compromisso da aquisição dessas vacinas”.

A declaração do presidente Jair Bolsonaro de que o governo não deve comprar a Coronavac gerou reação de secretários estaduais de saúde.

Em nota divulgada nesta quarta (21), o Conass, que reúne os gestores, voltou a defender que todas as vacinas que tiverem estudos concluídos e forem aprovadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) sejam incluídas no Programa Nacional de Imunizações, “independentemente da sua origem ou nacionalidade”.

Em uma indireta às falas do presidente, a nota diz ainda que “nenhuma convicção pessoal pode se sobrepor à ciência”.

“O método científico pressupõe controle, sistematização, revisão e segurança sobre o seu campo de investigação, de modo que seu resultado não pode simplesmente ser desconsiderado por contendas outras.” Folha de SP

“Bolsonaro quer fazer a ‘guerra das vacinas’, ele só pensa em palanque e guerra”, diz Flávio Dino

“Afinal, o que está valendo?”, foi o questionamento feito pelo governador Flávio Dino (MA) em suas redes sociais, nesta quarta-feira (21), ao indagar sobre o real posicionamento do Governo Federal a respeito das vacinas do coronavírus.

 No dia anterior (20),  uma reunião do ministro da Saúde com os governadores acordou a compra de 46 milhões de doses da Coronavac, vacina da farmacêutica chinesa Sinovac, que será produzida no Brasil pelo Instituto Butantan. Nesta quarta (21), porém, Bolsonaro afirmou que a vacina não será comprada e insinuou que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, é traidor.

 “Bolsonaro agora quer fazer a ‘guerra das vacinas’. Só pensa em palanque e guerra. Será que ele não quer jogar War ou videogame com Trump? Enquanto jogasse, ele não atrapalharia os que querem tratar com seriedade os problemas da população”, afirmou Dino por meio de suas redes sociais.

 Flávio Dino afirma que nenhum brasileiro quer uma nova guerra na Federação, mas disse que os governadores irão ao Congresso Nacional e ao Poder Judiciário para garantir o acesso da população a todas as vacinas que forem eficazes e seguras. “Saúde é um bem maior do que disputas ideológicas ou eleitorais”, pontuou o governador do Maranhão.

 Ele disse ainda que o Instituto Butantan não pertence ao governo chinês, e que é, na verdade, um patrimônio do povo brasileiro, fundado há mais de 100 anos. “O Instituto Butantan merece respeito, é um grande fornecedor de vacinas ao Ministério da Saúde. Qual a autoridade de Bolsonaro para tentar desmoralizar uma instituição e seus cientistas?”, indagou Dino.

Othelino promulga lei que destina recursos ao Fundo Estadual de Saúde para ações de combate à Covid

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), promulgou a Lei 11.359, que abre crédito extraordinário em favor do Fundo Estadual de Saúde (FES), no valor de R$ 58.228,830, a serem aplicados em ações de combate à Covid-19 no Maranhão. A lei foi aprovada na sessão plenária do dia 14 deste mês.

A Lei 11.359, de 14 de outubro de 2020, é derivada da Medida Provisória 325, de 27 de agosto de 2020, adotada pelo governador Flávio Dino (PCdoB), visando ao fortalecimento das medidas preventivas e restritivas destinadas à contenção da Covid-19 no Estado.

O parlamentar destacou a relevância do dispositivo para o atual momento de pandemia que se vivencia. “É uma iniciativa de fundamental importância para promover o avanço das ações de combate à pandemia, desenvolvidas pelo Governo do Estado. Esses recursos chegam em boa hora para a continuidade e intensificação do atendimento na área, visando à prevenção da Covid-19, o que vem sendo feito de forma exitosa pelo governo”, afirmou Othelino Neto.

Os recursos são oriundos de transferência do Governo Federal ao Estado do Maranhão, em caráter de auxílio financeiro, para custear despesas referentes à superação das crises sanitária e econômica decorrentes da pandemia do novo coronavírus.

Márcio Jerry cobra apoiadores de Bolsonaro depois de presidente sabotar a vacina

Diante de mais uma sabotagem do governo Bolsonaro em conter o avanço da crise sanitária causada pela Covid-19 com a desautorização da vacina chinesa, o  presidente do PCdoB Maranhão e coordenador-geral da campanha de Rubens Júnior à prefeitura de São Luís, deputado federal Márcio Jerry, se disse ‘ansioso’ com a justificativa que aliados do presidente darão para a nova rasteira do mandatário.

“Ansioso pela opinião dos aliados de Bolsonaro no Maranhão acerca da proibição de comprar vacinas para salvar vidas em nosso país”, disse, depois de definir o comportamento do presidente como um novo indício do temperamento ‘genocida’ do presidente. “Bolsonaro, o genocida, contra aquisição de vacinas só porque são chinesas, portanto ‘comunistas’… Quanta estupidez, meu Deus! São vidas a serem salvas! É imunizar milhões de pessoas para que a vida possa voltar ao normal. Isso é mais que obscurantismo, é barbárie total”, completou.

Nesta quarta-feira (21), o presidente desautorizou a compra de 46 milhões de doses da Coronavac, produzida pela farmacêutica Sinovac que seriam produzidas no Brasil pelo Instituto Butantan. Diagnóstico hoje com a Covid-19, no dia anterior, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, havia anunciado acordo com o estado de São Paulo para a compra do imunizante, apesar da advertência do chefe.

Dr. Hilton Gonçalo afirma que seguirá buscando melhorias para o povo de Santa Rita

Na manhã desta quarta-feira (21), o candidato prefeito de Santa Rita, Dr. Hilton Gonçalo e toda sua comitiva de candidatos a vereadores, correligionários e apoiadores realizaram um grande bandeiraço na Feira do Produtor e logo em seguida realizou uma caminhada até o Comitê Central.

A festa democrática mostrou que Santa Rita seguirá no caminho certo, e confirmará nas urnas no dia 15 de novembro, que na capital da farinha, só dá 33.

Em seu discurso, o candidato a reeleição Dr. Hilton Gonçalo reafirmou que continuará cuidando bem da vida do povo de Santa Rita, e que irá trabalhar incansavelmente para melhorar cada vez mais a vida da população do município.

Debate: Bira defende qualificação da saúde e educação pública, gratuita e de qualidade

Mantendo a linha propositiva, o candidato a prefeito de São Luís, Bira (PSB), mostrou preparo e clareza nas propostas apresentadas e debatidas durante o debate virtual promovido pelo Imirante na noite de ontem (20). Em alguns momentos precisou ser incisivo ao rebater alguns candidatos.

Um deles foi quando lembrou que o candidato Eduardo Braide (Pode) é morador de apartamento de luxo na Península, mas recebia auxílio moradia da Assembleia Legislativa. Outro momento,  quando questionou uma proposta do candidato Duarte Junior (Republicanos) de privatizar a saúde da capital, a partir do atendimento em hospitais privados caso o paciente não consiga atendimento em até três meses de espera na fila.

“Eu estou ainda sem entender essa proposta. Esperar por três meses, talvez a pessoa morra e não consiga uma consulta ou um exame. Então não seria um atestado de incompetência dizer que após três meses vai levar para o hospital privado; e levar para o hospital privado não representa enfraquecer o SUS?”, indagou.

E acrescentou que a solução para saúde está na contramão, está no fortalecimento do Sistema Único de Saúde. “Precisamos fazer com que o posto de saúde funcione, que ele tenha vacina, consulta, exame, atendimento odontológico, remédio. A gente precisa fazer a atenção básica funcionar para que nenhuma pessoa espere três meses para ser atendido, e ainda vá parar no sistema privado”.

No bloco com tema livre e direcionado, destacou as propostas voltadas para o desenvolvimento da zona rural de São Luís. “Nós vamos destinar 2% do orçamento para investir na zona rural, para garantir a Ceasa rural, a logística portuária, apoio para o transporte das mercadorias. Se olharmos para zona rural e para pesca com essa atenção e investimentos vamos criar condições para tirar a nossa população da condição de pobreza”, disse.

Sobre educação, o socialista destacou o modelo de ensino do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), proposta exitosa que ele próprio coordenou a implantação quando foi secretário da Ciência e Tecnologia no Governo Flávio Dino. E assumiu o compromisso de criar as Escolas Plenas em São Luís.

“Me orgulho de ter feito parte dessa história. E vamos nos inspirar neste modelo para fazer as escolas plenas em São Luís e garantir escolas de alto padrão com qualidade, com laboratórios, bibliotecas, equipamentos e ambientes necessários para acolher bem as crianças e adolescentes. Vamos também valorizar os profissionais da educação e garantir que se possa ter uma condição a partir da educação”, concluiu.

“Vamos retomar a Feirinha São Luís a partir deste domingo (25)”, confirma o prefeito Edivaldo

O prefeito Edivaldo Holanda Junior anunciou por meio de suas redes sociais uma notícia que todos aguardavam: no próximo domingo, dia 25, a Feirinha São Luís está de volta à Praça Benedito Leite, no centro de São Luís.

“Adotando todos os protocolos sanitários recomendados, vamos retomar a Feirinha São Luís a partir deste domingo (25), na Praça Benedito Leite, Centro Histórico”, destacou Edivaldo.

O anúncio é uma boa notícia para o setor produtivo e cultural de São Luís já que a feirinha é um importante programa de sua gestão para incentivo ao empreendedorismo, a agricultura familiar e de fomento à cultura e turismo local.

“Sei do carinho da cidade com esse nosso programa e da sua importância pelo incentivo ao empreendedorismo, turismo, cultura e tantos outros segmentos. Por isso, resolvemos voltar num formato reduzido e pedimos a todos que aproveitem com segurança e consciência”, destacou o prefeito de São Luís.

Esta é mais uma medida importante tomada por Edivaldo para gerar emprego e renda durante a pandemia da Covid-19, que prejudicou diversos setores da economia.

Além da TV Difusora, Ponto e Vírgula também fará debate e ‘Pinga Fogo’ com candidatos a prefeito de São Luís

O Sistema Difusora esteve reunido com representantes de candidatos a prefeito de São Luís para definir a ordem de entrevistas e debate no programa Ponto&Vírgula, da Difusora FM. De 02 a 06 de novembro, os candidatos irão discutir ideias em duplas e, no dia 11 de novembro, às 17h30, haverá o debate com a participação de todos os candidatos.

Na TV Difusora, o debate está marcado para o dia 31 de outubro às 17h30.

Na rádio Difusora FM, o Pinga Fogo, que inicia no dia 2 de novembro às 17h30, será mediado pelos jornalistas Leandro Miranda, John Cutrim e Keith Almeida. Já o debate do dia 11 de novembro o mediador será o jornalista Leandro Miranda.

Para o formato “Pinga Fogo” ficou definida a seguinte ordem:

  • 02/11 – Eduardo Braide x Jeisael
  • 03/11 – Neto Evangelista x Hertz Dias
  • 04/11 – Franklin Douglas x Yglésio Moyses
  • 05/11 – Rubens Júnior x Duarte Junior
  • 06/11 – Sílvio Antônio x Bira do Pindaré

Com informações do portal MA10.

João Muricy mostra força e tem trabalhado reconhecido na Saúde

Durante reunião na tarde desta terça-feira (20), os profissionais da saúde se reuniram com a candidata à prefeitura de  Paço do Lumiar, Paula Azevedo. Além de declarar apoio a candidata, alguns fizeram questão de evidenciar em suas falas, mudanças positivas e fatos que consideraram como grandes avanços obtidos na gestão da Saúde no município feitas pelo secretário de Saúde, João Muricy.

Na ocasião, além de João Muricy e Paula Azevedo, que agradeceu o apoio destinado pelos profissionais, estavam presentes a secretária Adjunta de Saúde, Aline Feitosa e a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Maria Helena Veiga. Técnicos de saúde, enfermeiros, diretores de unidades e gestores de saúde, deram testemunhos pontuando fatos e dados relevantes que demostram mudanças positivas na gestão da saúde.

Entre estes números e testemunhos apresentados, o fato de que a CEMARC (Central de Marcação de Consultas) pós reformulação e expansão dos serviços de oferecidos para 19 especialidades aumentou de 800 para 3000 consultas mês, em apenas um ano.

O secretário de Saúde, João Muricy, aproveitou para falar de ações que já estão em andamento processual como a casa de Parto, com implantação prevista para até o fim deste ano, e outras em tratativas com o Governo do Estado, para que se tornem realidade em breve, como a primeira maternidade do município. “Todas os avanços obtidos até aqui, reformas e implantação de novas UBS’S, ampliação de serviços, aumento de números de atendimento e consultas, fazem parte de um planejamento maior, visando dar condições de desempenho de função aos profissionais, e é claro! Prestar serviços com qualidade e excelência que é o que o usuário busca e merece”, reafirmou Muricy.

Em se tratando da estruturação de novas UBS’s e obras de reformas das Unidades já em atuação, algumas em finalização e outras já concluídas, uma dentre as profissionais presentes, Gecivanda Garcia, enfatizou que outros benéficos ajudam a somar na qualidade final do serviço destinado a população. “Não falo só por mim e pelos profissionais que trabalham na UBS’s do Iguaíba. A reforma da UBS e o asfalto colocada pela gestão municipal na estrada, facilita o acesso e a vida de que precisa buscar auxílio na Unidade”, comentou ela.

Em debate, Neto Evangelista mostra preparo e apresenta propostas viáveis para São Luís

Propostas viáveis foram apresentadas por Neto Evangelista (DEM), durante debate realizado pelo Imirante, nesta terça-feira (20). Com tranquilidade e segurança, o candidato a Prefeitura de São Luís mostrou preparo e conhecimento para administrar a cidade a partir de 2021. Temas como agricultura familiar e ações para a zona rural foram alguns dos assuntos abordados.

“A zona rural terá uma atenção especial na nossa gestão. Além de criar uma política de incentivos à produção na zona rural de São Luís para dá oportunidade de geração de emprego e renda, vamos criar uma prefeitura-bairro na região que irá auxiliar no contato direto com a população, fazendo com que ela esteja mais próxima da população e tenha seus anseios atendidos. Fiz pela zona rural enquanto deputado estadual e secretário de estado, farei também quando for prefeito de São Luís”, disse o candidato.

Neto lembrou que quando esteve à frente da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes), implantou diversos Sistemas Simplificados de Abastecimento de Água (SSAA) na zona rural de São Luís, a exemplo do bairro Quebra Pote.

Sobre a agricultura familiar, o candidato a prefeito pelo Democratas explicou que é uma atividade que precisa de inventivo e por isso contará com assistência técnica na sua gestão.

“Os agricultores precisam de assistência e orientação para que tenham uma produtividade satisfatória. Vamos fomentar a agricultura familiar, incentivando o associativismo, para que eles consigam ser fornecedores de alimentos para a Prefeitura, e consequentemente, movimentem a economia local, gerando emprego, renda e alimentação de qualidade para os ludovicenses”, explicou.

Ainda de acordo com Neto, os alimentos adquiridos da agricultura familiar serão utilizados nas refeições dos Restaurantes Populares, que ele pretende implantar em São Luís, replicando sua experiência exitosa no Governo do Estado.

Neto Evangelista está no terceiro mandato de deputado estadual e foi secretário de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes), onde executou ações importantes como a expansão da rede de Restaurantes Populares e a criação do Programa Mais Renda. Como deputado estadual, destinou recurso ao Hospital Carlos Macieira para a realização de cirurgias de pessoas que esperavam por procedimentos cirúrgicos há muito tempo nas filas e é autor de leis de alcance social importantes, como a que garante a busca imediata de pessoas com idade até 18 anos, com deficiência física ou sensorial e idosos no Maranhão (Lei Aline).

Vídeo: Candidato cai em rio em gravação de propaganda eleitoral

A imagem do candidato Julian Cuadal Soares (PDT) caindo no rio durante gravação para campanha eleitoral, em Rondônia, viralizou na internet. O próprio candidato, que disputa a prefeitura de Ji-Paraná,(RO), cidade localizada a 375 quilômetros de Porto Velho, acabou compartilhando a cena em redes sociais.

Em um post no Facebook, o candidato ri do ocorrido no fim de semana. Ele disse que foi vítima de uma “vídeocassetada” e que, diante do cansaço e até de uma tontura, se desequilibrou. Soares gravava às margens do rio Machado, que corta a cidade.

– Eu acho que tomar banho no Rio Machado sempre faz bem a minha alma, sempre fez muito bem – disse Soares, completando: – Foi uma videocassetada, mas é bom a gente dá risada. Eu ri junto, quase perdi a voz de tanta gargalhada – afirmou.

Julian Cuadal entrou na disputa eleitoral em Ji-Paraná após a renúncia do prefeito Macito Pinto (PDT), preso dia 25 de setembro pela Polícia Federal durante a operação Reciclagem, que investiga crimes contra a administração pública. O Globo

Esposa de deputado do MA será ouvida na Assembleia em episódio de violência doméstica. Veja a reportagem da TV Difusora

A Procuradoria da Mulher da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, com base no art. 24-A do Regimento Interno desta Casa, em face de notícias veiculadas na imprensa, envolvendo o deputado Fábio Macedo em suposto episódio de violência doméstica no âmbito familiar, vem a público manifestar o seu repúdio a todo e qualquer ato de violência física, verbal e/ou psicológica à mulher.

Informa que ao tomar conhecimento das notícias envolvendo o parlamentar, esta Procuradoria decidiu solicitar cópia do processo relacionado ao caso, que tramita na 2ª Vara Especial de Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de São Luís, e, após isso, convidará a esposa do deputado, Lorena Melo Macedo, para trazer informações, que ainda entender necessárias, para esclarecimentos dos fatos narrados nos referidos meios de comunicação.

A Procuradoria da Mulher esclarece, ainda, que após receber o processo, ouvir a vítima e efetuar a análise dos fatos, tomará as providências cabíveis, permanecendo à disposição, tanto da esposa do deputado, quanto de toda a sociedade, no combate à violência e discriminação contra a mulher.

São Luís, 20 de outubro de 2020

Deputada Helena Duailibe
Procuradora da Mulher da Assembleia Legislativa

Nota do deputado Fábio Macedo

A assessoria de comunicação do deputado estadual Fábio Macedo, esclarece que o parlamentar está em processo de divórcio litigioso e nega quaisquer acusações de violência psicológica ou física contra a sua ex-companheira, Lorena Macedo. Reiteramos ainda que o parlamentar sempre foi pai amoroso, dedicado e que sempre preservou o bem estar e a intimidade de sua família, que neste momento passa por um processo traumático por conta de toda essa exposição desnecessária. Todas as relações tem seus altos e baixos e infelizmente o seu casamento chegou ao fim. O fato é que Fábio Macedo já está em um novo relacionamento, algo que não está sendo bem aceito por sua ex-companheira. O deputado ainda foi pego de surpresa com todas essas acusações e a medida restritiva, já que em nenhum momento deixou de dar assistência a Lorena e aos filhos. Neste momento triste, o deputado espera que toda essa situação se resolva de forma mais respeitosa para ambos e principalmente para os seus três filhos, que estão sendo amplamente afetados. Enquanto ao processo, segue na justiça, onde toda e qualquer verdade será revelada.

Expectativa para Yglésio repetir bom desempenho no debate

Por meio das redes sociais, o candidato do PROS, Yglésio Moyses, confirmou sua presença no debate de um portal de São Luís, o qual está marcado para acontecer hoje (20), por volta das 20hs e vai reunir os mais bem colocados na disputa.

O Yglésio, tido entre um dos melhores candidatos nos dois últimos debates, realizados pela Band Maranhão e pela Rede Meio Norte, espera repetir e até melhorar o seu desempenho em mostrar às pessoas as suas propostas, ressaltando a importância e viabilidade delas para uma São Luís em 2021, num cenário pós-pandemia, além de desconstruir propostas inviáveis e eleitoreiras que, comumente, são apresentadas pelos candidatos adversários em busca da conquista do eleitorado.

“A gente sempre espera e quer mostrar às pessoas propostas que possam fazer diferença na vida de cada uma, que possam, de fato, contribuir para o cuidado de uma São Luís na situação difícil que, possivelmente, passará no ano que vem”, disse. “Nós não queremos ir ao debate enganar as pessoas com falsas promessas; nós vamos continuar apresentando as nossas propostas, mostrando o que dá e o que não dá pra fazer, pra mostrar que, sim, somos a melhor opção para administrar a nossa cidade”, completou o candidato.

O debate será realizado de forma online, assim como o da Rede Meio Norte, e vai reunir os outros candidatos na disputa pelo executivo municipal. Os eleitores poderão acompanhar por meio do site do O Estado e no canal do YouTube.

Felipe dos Pneus protocola denúncia à Polícia Federal contra fake News

O deputado estadual e candidato a Prefeito de Santa Inês, Felipe dos Pneus, protocolou na manhã desta terça-feira, 20, denúncia na Polícia Federal, em São Luís. A queixa do parlamentar é contra fake news. O parlamentar tem sido alvo de ataques nas redes sociais. De acordo com Felipe dos Pneus, as informações são falsas são disseminadas por usuários fakes por meio do WhatsApp, Facebook e Instagram. Por isso, pede à PF para investigar quem realmente está por trás dos perfis falsos e que sejam submetidos à lei.

“Não é pelo fato de estarmos em período eleitoral, porque acreditamos que o povo de Santa Inês é inteligente e sabe filtrar as informações. Mas este tipo de coisa é inadmissível porque as informações que estão sendo publicadas são mentirosas e caluniosas. Nenhum cidadão deve sofrer este tipo de agressão”, destaca o parlamentar.

De acordo com a assessoria jurídica de Felipe dos Pneus, a  partir de publicações nas  redes sociais, pelo menos um grupo de pessoas foi identificado. O partido de Felipe representou algumas dessas pessoas por terem divulgado conteúdo difamatório, com cunho eleitoral negativo. “Mentiras, aleivosias, calúnias e toda uma gama de inverdades têm sido propagadas pelos representados no interesse perverso, desleal  e  maquiavélico de atingir a imagem política do candidato Felipe dos Pneus”, diz um trecho da denúncia apresentada à PF.

FAKE NEWS EM PERÍODO DE CAMPANHA

De acordo com o candidato a prefeito no município, atos caluniosos sempre ocorreram em período de campanha eleitoral. No entanto, uma prática bastante conhecida em Santa Inês é a de jogar panfletos nas ruas com informações falsas a respeito dos adversários. A velha tática continua, só que agora no mundo virtual.

Felipe dos Pneus lamenta que este tipo de ação ainda seja praticada pelos adversários. “Pra mim é um desrespeito com o eleitor. Ele precisa é de propostas e um debate pautados na verdade. E não é por isso que vão nos calar porque a Lei existe para coibir essas ações”, enfatiza.

O candidato, que é um dos mais cotados pelos eleitores, disse que isso demonstra desespero dos outros grupos e é um ato criminoso. “Eu acredito no trabalho da Polícia Federal e da Lei. Espero que sejam identificados e punidos para não cometerem este tipo de crime não só contra mim, mas contra nenhum cidadão”, conclui.