Raimundo Penha comemora aniversário de 104 anos da Liberdade

O vereador Raimundo Penha (PDT) subiu à tribuna, durante o pequeno expediente, para comemorar o aniversário do bairro Liberdade, que, este ano, completa 104 anos de fundação. O parlamentar, nascido e criado no bairro, destacou que a celebração deste ano deve vir por meio de ações concretas.

“Desde o começo da gestão Eduardo Braide, a gente tem discutido os desafios do bairro, para acharmos soluções viáveis. É um bairro histórico, reconhecido como quilombo urbano, com mais de um século de história, e que, por isso mesmo, tem muitos desafios”, disse.

Penha anunciou que a prefeitura de São Luís está iniciado a reforma da Unidade de Educação Básica Mário Andreazza, e enfatizou que se trata de uma grande conquista para o bairro. “Eu pessoalmente irei vistoriar a reforma dessa escola que formou milhares de pessoas na Liberdade”, afirmou.

O parlamentar também parabenizou a Secretaria de Turismo por qualificar os fazedores de cultura do bairro, com o objetivo de incentivar e fomentar o turismo na região. Penha também destacou que solicitou à prefeitura que seja implantada uma linha de ônibus que passe pela Avenida Quarto Centenário, onde diversos órgãos que atuam no auxílio a pessoas em situação de vulnerabilidade estão localizados.

Em seguida, Penha pediu que os colegas aprovassem um de seus projetos de lei incluídos na pauta da semana, que dispõe sobre a regulamentação dos carros apreendidos pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT) aos fins de semana e feriados, visando auxiliar motoristas que tenham os veículos apreendidos a conseguir recuperá-los durante esses dias.

“Hoje, quem tem o carro apreendido numa sexta-feira à tarde, por exemplo, só pode pegar o carro de novo na segunda-feira, tendo que arcar com todos os custos de ter o veículo parado durante dois dias no fim de semana. Com isso, gera-se um prejuízo incalculável. Quem tem o veículo apreendido precisa ser punido e pagar as multas cabíveis, mas não pode ser punido duas vezes, sem poder recuperar o carro durante dois dias seguidos”, encerrou.

Deixe uma resposta