Alianças regionais podem forçar Sarney a apoiar Lula e Bolsonaro, diz colunista

O veterano José Sarney está sem mandato, não disputará mais nada, quer ver filhos e netos bem posicionados — e por isso a política não lhe sai da agenda. Com a missão de ajudar a filha Roseana a se eleger deputada federal, um neto ser eleito senador, e o filho Zequinha retomar posição de destaque em Brasília, o velho cacique está numa sinuca de bico.

Arranjos locais podem lhe forçar a apoiar Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) no Maranhão e no Amapá — pelo qual foi eleito senador e onde não pisa há oito anos. Sarney tem espólio eleitoral e o telefone não para de tocar. (Leandro Mazzini, da coluna Esplanada)

1 pensou em “Alianças regionais podem forçar Sarney a apoiar Lula e Bolsonaro, diz colunista

Deixe uma resposta