Lula, Dino e PT: Líder do PCdoB fala em ‘cara de pau’ a petistas

O líder do PCdoB na Câmara, deputado federal Orlando Silva continua indignado com a postura do PT e do ex-presidente Lula em relação ao PCdoB e o governador Flávio Dino. “Ainda vai ter gente com cara de pau propondo aliança. Sinceramente…”, disparou Orlando, após Lula e a presidente nacional do PT Gleisi Hoffmann terem dito que jamais convidariam Dino para o Partido dos Trabalhadores e um comentário feito pelo sociólogo e cientista político do PT Emir Sader de que os comunistas outra vez se renderiam aos petistas e indicariam a vice, a exemplo do que ocorreu com Manuela D’Ávila.

Olha que manifestação incrível! E vem de um dos principais intelectuais do Partido, quadro histórico. Bom conhecer de fonte primária a visão que os quadros do PT tem do PCdoB“, ironizou Orlando.

De acordo com Gleisi Hoffmann, caso Lula não consiga reverter as sentenças condenatórias, o ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro da Educação Fernando Haddad é o “candidato natural” à disputa. Antes, Lula havia tuitado: “Pelo profundo respeito que eu tenho pelo PCdoB, pelo PT, pelo @FlavioDino e pelo @Haddad_Fernando, jamais convidaria um membro do PCdoB para se filiar ao PT”.

Antes, o deputado Orlando Silva já havida criticado a descortesia de Lula com Flávio Dino. “O presidente Lula considerar difícil a eleição de um comunista para presidente não surpreende, afinal, ele considerava impossível uma vitória para o governo do Maranhão. Flávio Dino foi eleito e reeleito governador sem seu apoio”, respondeu. E continuou: “anote aí, o elogio do presidente Lula a Flávio Dino é como um “abraço de urso”, daí ser adequado Flávio saber o ponto exato de proximidade – ou será esmagado”, comentou Orlando.

Deixe uma resposta