Bolsonaro recusou 11 ofertas de vacinas contra a Covid

O governo de Jair Bolsonaro “recusou onze ofertas formais de fornecimento de vacinas contra a Covid, diz o G1.

“O número leva em conta apenas os episódios em que há comprovação documental da omissão governamental e já é de conhecimento dos senadores que vão compor a CPI.

Das onze recusas conhecidas e que podem ser provadas com documentos, seis são referentes à Coronavac (…). Há ainda mais três ofertas formais feitas pelo laboratório Pfizer e duas vezes que o governo se recusou a participar consórcio da Covax Facility.”

Se os senadores da CPI não se venderem, Jair Bolsonaro não tem saída. O Antagonista

3 pensou em “Bolsonaro recusou 11 ofertas de vacinas contra a Covid

  1. Depois que a Anvisa aprovou as vacinas ou antes? Não seja desonesto com o leitor, hoje vives não tem o monopólio da informação, sabemos que as recusas foram devido a não estar ainda liberadas pela Anvisa.

    • Você deveria se informar melhor para não passar vergonha.
      As vacinas foram oferecidas para vários países comprarem caso fossem aprovadas, mas era preciso fazer a reserva antes, porém o jumento do Planalto recusou porque apostou tudo na vacina de Oxford/AstreZeneca que como vc pode observar tem poucas doses, e se não fosse a Coronavac, a mais desprezada pelo negacionista, nós estaríamos numa situação pior.

Deixe uma resposta