Ciro e Dilma trocam acusações fortes

Antigos aliados, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e o ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT), trocaram farpas e acusações nas redes sociais nesta quarta-feira (13). A disputa se deu após Ciro Gomes afirmar, em entrevista ao portal “Uol”, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria conspirado pelo impeachment de sua sucessora. Dilma não gostou e reagiu à declaração.

“Ciro Gomes está tentando de todas as formas reagir à sua baixa aprovação popular. Mais uma vez mente de maneira descarada, mergulhando no fundo do poço. O problema, para ele, é que usa este método há muito tempo e continua há quase uma década com apenas 1 dígito nas pesquisas”, criticou Dilma no início da tarde.

Não demorou mais do que 40 minutos para o pedetista reagir.

“Na vida nunca menti. Mas errei algumas vezes. uma delas quando lutei contra o impeachment de uma das pessoas mais incompetentes, inapetentes e presunçosas que já passaram pela presidência. Claro que estou falando de você, Dilma”, reagiu Ciro, que continuou:

“Para alívio de consciência, na época do impeachment eu não estava defendendo seu mandato em si mesmo, mas a integridade do cargo que você toscamente ocupava. Se hoje você prefere estar ao lado dos que a traíram, obrigado por me poupar de sua incômoda companhia”.

O pedetista ainda reiterou que Lula teria sido um dos maiores responsáveis pela desestabilização de Dilma e que “passou anos falando mal” dela.

“Quem sabe ele estava retribuindo seu gesto de não aceitá-lo candidato (Ingratidão? Chantagem?). No fundo, vocês dois se merecem. Mas o Brasil merece pessoas melhores que vocês. Guarde suas ofensas e diatribes para quem possa ter medo de você”, completou. O Tempo

Deixe uma resposta