Deputado pede cancelamento de reunião do PSL: ‘Pode acontecer luta corporal’.

Um dos deputados alinhados a Jair Bolsonaro, integrante do grupo que corre risco de expulsão do PSL, Bibo Nunes (RS) enviou um áudio ao colegas de bancada cujo conteúdo expõe a exata temperatura interna da legenda, prestes a implodir.

Nunes começa a gravação pedindo que Luiz Lima, do PSL do Rio, saia do grupo de Whatsapp até decidir se está com Bolsonaro ou o com Luciano Bivar. Em seguida, Nunes se diz contrário à realização de uma reunião por medo de que termine em pancadaria.

— Sou totalmente contra. Nós já estamos com posição definida. Basta ver a posição do Bivar, que é uma pessoa que guarda raiva, rancor, o Julian (Lemos, aliado de Bivar). Já estou há um bom tempo nessa briga com eles. Eu sei como é: o que pode acontecer é até uma luta corporal — afirmou no áudio.

A reunião acabou ocorrendo, sem registro de troca de sopapos. O Globo

Deixe uma resposta