Eliziane defende isenção tributária de igrejas e entidades beneficentes

Em discurso na tribuna, nesta semana, senadora Eliziane Gama (Cidadania/MA), defendeu de Lei Complementar nº 55/2019 que prorroga isenção de ICMS para templos e entidades beneficentes. A justificativa é relativa aos diversos trabalhos sociais realizados pelas igrejas dentro das comunidades mais carentes, ajudando, assim, a reduzir os índices de violência. Trabalhos estes que já demandam um gasto financeiro muito alto para as igrejas.

“Nosso sistema carcerário possui dados alarmantes, mas as igrejas evangélicas desenvolvem trabalhos diversos e maravilhosos para evitar que muitas destas pessoas nas comunidades entrem no mundo do crime. Paralelamente, contribui para estes dados de violência não aumentem de forma negativa”, destacou Eliziane.

A senadora destacou ainda o atendimento ás pessoas em situação de vulnerabilidade, como mulheres vítimas de violência doméstica, idosos e crianças abandonados, entre outros. “O papel que as igrejas, incluindo as evangélicas, hoje é fundamental no equilíbrio social”, frisou a líder do Cidadania no Senado.

Ela pontuou ainda trabalhos sociais semelhantes como a Fecma, Fundação Antonio Dino, entre outros que levam acolhimento para famílias, além de saúde, assim como as igrejas fazem atualmente. “Por isto, pesar um carga tributária sobre as igrejas é indimssível. Dificultaria ainda mais o trabalho social que realizam”, finalizou.

Deixe uma resposta