Em discurso morno, Roseana não fala sobre candidatura ao governo em convenção do MDB

Ao ser empossada na presidência do diretório estadual do MDB, a ex-governadora Roseana Sarney frustrou a todos em seu discurso como nova dirigente da legenda no estado.

Após ser insuflada a ser candidata a governadora por grande parte dos que a antecederam na fala, Roseana apenas leu um discurso monótono no papel, sem muita empolgação, para lembrar dos feitos nos seus quatro mandatos como governadora do Maranhão e do que pretende fazer daqui para frente no comando do MDB.

A filha de Sarney, no entanto, nada falou sobre candidatura majoritária e tampouco de política. Apenas disse que o assunto será decidido “de forma democrática dentro do MDB”.

Já o discurso do vice-presidente, deputado Roberto Costa foi mais animado. De camisa vermelha, afirmou que era preciso deixar para trás o que passou e reestruturar a sigla. “Não podemos olhar para o retrovisor, é hora de olhar pra frente e melhorar o nosso Estado”, disse o parlamentar, indicando que o MDB pode apoiar um candidato da base do governador Flávio Dino (Carlos Brandão ou Weverton).

Roberto declarou que, ao contrário do que muitos pregam, o ‘start’ da eleição de 2022 já foi dado. “A decisão que o MDB tomará será em conjunto, ouvindo todos, sob a liderança da Roseana, que faz o partido relevante, ter sua importância e protagonismo no processo”, assinalou.

Em relação a eleição do próximo ano, o deputado federal João Marcelo disse que tanto Weverton como Carlos Brandão são pré-candidatos fortes. “O MDB saberá tomar a melhor decisão”.

Após mais de duas décadas no comando do MDB/MA, João Alberto fez um balanço longo da sua gestão e contou que não irá se aposentar da vida partidária. “Deixo o partido saneado, sem nenhuma dívida. Agora vou ajudar a eleger nossa bancada de deputados, viajando para o interior”.

O deputado federal Hildo Rocha, por sua vez, enfatizou que não há, ainda, nenhuma decisão tomada por parte da ex-governadora Roseana Sarney sobre qual cargo se candidatará, apesar da preferência dela por disputar uma vaga na Câmara Federal.

“Ela lidera as pesquisas para o governo. Pode, sim, ser nossa candidata, então vamos ter calma e decidir com prudência mais na frente”, pregou.

Hildo revelou que o partido hoje ocupa posição de independência e que o partido não faz oposição nem a Jair Bolsonaro, e nem a Flávio Dino.

A executiva eleita do MDB terá Roseana na presidência, Roberto Costa na primeira vice-presidência, Hlldo Rocha na segunda vice-presidência e Lobão Filho na terceira vice-presidência. João Marcelo será o tesoureiro e João Alberto o presidente de honra. A ausência notada foi do ex-senador José Sarney.

1 pensou em “Em discurso morno, Roseana não fala sobre candidatura ao governo em convenção do MDB

Deixe uma resposta