Em reunião da executiva estadual, PT resolve devolver o apoio dado por Magrado Barros a Haddad em Viana

A tese que mais aproxima o Partido dos Trabalhadores (PT) com o campo democrático, é o campo liderado pelo atual prefeito de Viana, Magrado Barros.

Neste sentido as correntes Construindo um Novo Brasil/Articulação (Francimar) e Resistência e Luta (Lobato) do PT em Viana apresentaram em conjunto defesa de tese de aliança com o prefeito Magrado Barros.

A tese considera o tempo de luta e resistência ao sistema neoliberal, ao coronelismo no Estado do Maranhão, e ao método de ocupação de espaço pela elite dominadora, trouxe amadurecimento para identificar os melhores caminhos e contribuir para uma profunda reflexão sobre o papel do PT nas eleições municipais.

De acordo com as correntes petistas, as eleições municipais têm como desafio maior apontar as diretrizes para reorganização e o renovação do PT no contexto mais adverso que se atravessa desde a redemocratização. O impeachment da presidenta Dilma Rousseff, a prisão de Lula e a eleição de Bolsonaro inauguraram um novo período histórico. As classes dominantes brasileiras, o grande capital internacional e o imperialismo romperam com os princípios democrático-liberais.

A escolha pelo lado da aliança, segundo os petistas, tem que responder ao desafio de atualizar análise da sociedade brasileira e formular as bases para a atualização do programa democrático popular, afirmando o objetivo estratégico do partido que é proporcionar oportunidades para aqueles que são frutos da exclusão social.

De acordo com o PT, as eleições municipais de 2020 devem servir de parâmetro das lutas populares, polarizando com a agenda ultraliberal e neofascista do Governo Bolsonaro e avançando no debate inconcluso da atualização do programa democrático popular e da estratégia de fortalecimento do Partido.

Neste contexto está a tese que alcança ao apoio do atual prefeito municipal de Viana, Magrado Barros, que ajudou no debate democrático nas eleições de 2018.

Chamando inclusive a atenção na época por ser do PSDB, e fazer uma caminhada em Viana ao lado da frente encabeçada pelo candidato presidencial Fernando Haddad do PT e do então candidato a reeleição a governador Flávio Dino.

Viana foi o único Município do interior maranhense que o candidato petista esteve quando visitou o Estado.

Deixe uma resposta