Enfermeiros do MA fazem ato em Brasília por definição de piso salarial nacional para categoria

Enfermeiros do Maranhão e de diversas unidades da federação realizaram um ato em frente ao Congresso Nacional, em Brasília. O grupo pede a aprovação de um projeto de lei que estipula um piso salarial nacional de R$ 7.315, por uma carga horária de 30 horas semanais.

O tema está em análise no Congresso, por meio de um projeto do senador Fabiano Contarato (Rede-ES), apresentado em maio do ano passado. No entanto, a proposta ainda não foi analisada pela Casa. Os senadores do Maranhão, Eliziane Gama, Weverton Rocha e alguns deputados do estado já se manifestaram favoráveis.

No ato, estiveram presentes o presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Maranhão (Coren), José Carlos Júnior, a tesoureira Kelly Inaiane, os conselheiros Mary, Nilcinane, Lourendir, Daniel, Bia, o enfermeiro Marcony Vilharins (membro educação permanente) e outros profissionais e representantes da categoria.

Mais de 1550 profissionais da Enfermagem de todo Brasil se reuniram no Dia Nacional da Saúde, em frente ao Congresso Nacional, para cobrar celeridade na votação do PL 2564.

Ao argumentar pela fixação do piso salarial, a categoria ressalta que tem atuado na linha de frente contra a Covid-19. Ainda de acordo com o grupo, os profissionais de enfermagem enfrentam também violência física, verbal e psicológica.

Durante o ato, os profissionais usaram máscaras. No entanto, houve pontos de aglomeração.

Deixe uma resposta