Flávio Dino e ministro da Saúde discutem pelas redes sociais

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, travaram uma discussão pelo Twitter sobre a questão da nova cepa indiana do coronavírus. Na última quinta (20/5), o secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Lula, confirmou os primeiros casos de Covid-19 provocados pela nova variante.

“Incrível essa entrevista coletiva do ministro da Saúde. Ele diz que debateu sobre o Maranhão com os secretários municipais de Saúde de São Paulo e do Rio. E com o prefeito de Guarulhos. Menos com o governo do Maranhão. É impossível até entender o que eles farão”, disse o governador.

Queiroga respondeu afirmando que procurou pelo secretário de Saúde do estado nordestino, mas que ele havia sido impedido pelo chefe do Executivo local de participar do debate com o governo federal.

“Estranho, Vossa Excelência. Ao contrário do que afirma, conversei com o secretário Carlos Lula, por telefone, e o convidei para a coletiva. No entanto, ele informou que o senhor não autorizou a participação dele. Este deve ser um momento de união. Nosso único inimigo é o vírus!”, afirmou o ministro.

Flávio Dino respondeu mais uma vez, também pelo Twitter, afirmando que o secretário não foi ouvido. “E claro que ele não se dispôs a ser enfeite em coletiva. Estamos sempre à disposição para diálogos sérios. E espero que o presidente da República ouça suas recomendações, passe a usar máscaras e evitar aglomerações.” (Metrópoles)

Deixe uma resposta