Flávio Dino: ‘Temos dois ministros da Saúde, por conseguinte nenhum’

O governador do Maranhão, Flávio Dino, classificou como “absurda” a situação de Eduardo Pazuello e Marcelo Queiroga no Ministério da Saúde.

Até o momento Pazuello ainda ocupa o cargo, Queiroga não assumiu e os dois falam em nome da pasta.

No Twitter, Dino disse que é como se existissem dois ministros da Saúde no Brasil.

“Situação desta semana é tão absurda, entre tantos absurdos, que temos dois ministros da Saúde, por conseguinte nenhum. Um saiu, mas não saiu. Um entrou, mas não entrou.” O Antagonista

Deixe uma resposta