Governador Flávio Dino alinha parceria para exploração do babaçu

O Governo do Estado firmou parceria para beneficiar, explorar e divulgar as potencialidades da palmeira de babaçu, árvore abundante no estado. A decisão foi confirmada em reunião entre o governador Flávio Dino, o diretor e produtor de cinema Jayme Monjardim e a produtora e empresária do setor, Cornélia Rodrigues, nesta quinta-feira (17), no Palácio dos Leões, Centro. Ela é de Palmeirândia e por ano foi quebradeira de coco. Hoje, atua com o fruto na criação de produtos e apresentou ao governador projeto para expandir essa iniciativa.

O produtor Jayme Monjardim conheceu a ideia e resolveu investir, por meio do Reflita, entidade de cunho ambiental sob sua coordenação. Na reunião com o governador Flávio Dino, ele destacou as possibilidades da parceria e se interessou em conhecer mais as potencialidades do babaçu. “Criamos essa empresa, a Reflita, com objetivo de promover ações pelo meio ambiente e refletir sobre o planeta, o que hoje se tornou uma preocupação mundial”, frisou.

Sobre o babaçu, pontuou a riqueza do fruto. “Quando vemos a riqueza do Maranhão, com tantas palmeiras, um novo e sobre alimento e pelo qual o mundo está atrás, vimos uma grande possibilidade e fomos conhecer. Dali saíram algumas ideias para montarmos bases da nossa empresa na região e atrair investidores. Considero que foi uma reunião muito proveitosa. Debatemos no sentido de transformar esse produto no ouro do Maranhão”, enfatizou.

A produtora Cornélia Rodrigues apresentou, na reunião, informações sobre as comunidade em Palmeirândia, que atuam com babaçu e contou sua trajetória. Que vai do trabalho em casa de família, em São Luís, até passagem por Brasília e amizade com a apresentadora global, Ana Maria Braga. “Ela foi generosa comigo. Disse a todos que eu era a melhor na cozinha e isso mudou minha vida. Ela tem muita participação em tudo que acontece hoje na minha vida e que estou conseguindo trazer para o Maranhão. É Deus, sempre colocando anjos na minha vida e agora, o governador Flávio Dino”, disse.

O governador Flávio Dino acatou o projeto e irá garantir os mecanismos para as ações e programas que possam desenvolver ainda mais a cultura do babaçu. “O governador vai nos ajudar, assim como ele tem feito em todo o nosso estado. Se comprometeu no que for preciso para que possamos explorar melhor essa riqueza. Ele conheceu o projeto e ficou feliz com o que estamos desenvolvendo. Vamos ter um babaçu mais valorizado e levar para todo o mundo conhecer”, avaliou Cornélia Rodrigues.

Ela ressaltou que ações de sustentabilidade são esperadas no mundo atual. “O mundo hoje quer sustentabilidade. Precisamos compensar o que fazemos com a natureza. O Maranhão pode oferecer isso para qualquer empresa que queira vir para nosso estado. Eu fiz e consegui investimentos para minha terra, Palmeirândia e valorizando esse produto maranhense”, frisou.

Deixe uma resposta