Impugnado pelo MP, Ildon Marques sofre fogo amigo

A aliança, em Imperatriz, entre Ildon Marques e Rodrigo Brasmar foi abalada na tarde desta quarta-feira (07). Rodrigo e sua base organizaram uma caminhada, sem Ildon, o que pareceu uma estratégia de campanha paralela. Como Ildon está inelegível pela Justiça Eleitoral, fato que gerou sua impugnação pelo Ministério Público, Brasmar vem agindo como o seu substituto natural, por conta da impossibilidade de assumir o cargo de prefeito de Imperatriz, caso seja eleito.

Segundo fonte bem posicionada no grupo, Ildon recebeu a informação com muita indignação, cancelou a caminhada que aconteceria no Sebastião Régis e convocou uma reunião com a alta cúpula do grupo.

A maior comprovação da gravidade do episódio foi que Frederico Ângelo, um dos principais articuladores políticos do grupo de Ildon, não participou da reunião.

A turma de Brasmar é composta basicamente por jovens do grupo político Endireita Itz. O grupo lançou o candidato a vereador Matheus Leite que, em entrevista recente ao Portal Imperatriz Online, questionou: “Se Ildon não for diplomado, quem assume?”, dando a entender que – em caso de vitória – Ildon Marques seria impedido de assumir e restaria Brasmar como única possibilidade.

Na rede social dos dois candidatos permaneceu o silêncio sobre as ações no dia de hoje. Mas nos bastidores, o fogo toma conta de todas as estruturas de uma aliança que ao que tudo indica tem interesses distintos.

Deixe uma resposta