Indígena maranhense vai compor chapa para Presidente da República

O PSTU anunciou que a indígena maranhense Kunã Yporã, conhecida como Raquel Tremembé, irá compor a chapa à presidência da República juntamente com Vera Lúcia. O lançamento da pré-candidatura da vice será nesta sexta-feira (22), em um evento transmitido pelas redes sociais do PSTU e do Polo Socialista Revolucionário.

“A chapa será composta por duas mulheres, uma operária negra e uma indígena, onde temos o desafio de apresentar um programa socialista contra toda forma de exploração e opressão”, afirma a pré-candidata.

Kunã Yporã é indígena da etnia Tremembé, tem 39 anos e é pedagoga. É integrante da Articulação da Teia de Povos de Comunidades Tradicionais do Maranhão e membro da Secretaria Executiva Nacional da Centra Sindical e Popular (CSP)-Conlutas.

A pré-candidata ressalta que a chapa atuará para respeitar os direitos das populações tradicionais (indígenas e quilombolas), “assegurando demarcação, titulação e posse de suas terras e respeitando sua cultura e seu modo de vida”.

“A defesa de uma sociedade igualitária, sem explorados e oprimidos, onde os recursos naturais e a riqueza produzida pelo trabalho do povo sejam todas utilizadas para garantir vida digna a todas e todos, onde seja assegurada a preservação do meio ambiente”, completa Raquel Tremembé.

No Twitter, Vera anunciou o nome da pré-candidata à vice-presidência “com muita animação e orgulho”, destacando que Raquel Tremembé irá compor a chapa “revolucionária e socialista”. Com informações do Congresso em Foco

Deixe uma resposta