“Negligência genocida” de Bolsonaro agravou crise, diz deputado

O deputado Márcio Jerry (PCdoB-MA) afirmou nesta quarta-feira (29) que a “negligência genocida” de Jair Bolsonaro (sem partido) somada à “incapacidade gerencial” do presidente agravaram os graves efeitos da crise provocada pela pandemia do coronavírus no Brasil.

“Bolsonaro não conseguiu combater os efeitos da pandemia em nenhuma de suas graves consequências. Nem preservou CPFs nem tampouco CNPJs. Nem as pessoas nem as empresas. Também não cuidou de fortalecer rede de atendimento. À negligência genocida soma-se a incapacidade gerencial”, declarou Márcio Jerry, vice-líder do partido na Câmara dos Deputados.

88 mil mortes

Pouco mais de cinco meses desde a confirmação do primeiro caso da doença no país, o Brasil já contabiliza 88.612 mortes e quase 2,5 milhões de infectados pela doença. Ao mesmo tempo, colhe os efeitos de uma grave crise econômica, que já contabiliza 12,7 milhões de desempregados, de acordo com a última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad).

Bolsonaro e segunda onda

Com a curva de contaminação ainda em ascensão em muitos estados, uma análise feita Fiocruz apontou a possibilidade de uma segunda da doença no país, especialmente se as medidas de distanciamento social e redução de deslocamento não estiverem em plena atividade.A falta de coordenação do governo Bolsonaro no enfrentamento ao vírus é apontado como um dos fatores mais decisivos para o descontrole sobre a doença no Brasil.

Crime contra a humanidade

No último domingo (26), liderada pela Rede Sindical UniSaúde, uma coalização de 60 entidades denunciou Bolsonaro ao Tribunal Penal Internacional de Haia pelo crime contra a humanidade. Os mais de um milhão de trabalhadores, representados na ação, acusam o presidente de cometer falhas graves e até mortais no combate à Covid-19 no país.

2 pensou em ““Negligência genocida” de Bolsonaro agravou crise, diz deputado

  1. Infelizmente devo concordar com o Jerry mesmo ñ gostando dele. Bolsonaro é de uma insensatez descomunal, quase desmaiei qd no final de março início da pandemia, o presidente fez um pronunciamento à nação minimizando os efeitos do coronavirus e incentivando até as crianças a voltarem às aulas, e as pese aos seus empregos, não fosse a ousadia dos executivos estaduais e municipais estaríamos com o número de mortos na casa dos seis dígitos, ou seja estaríamos com milhões de mortos. Foi falta de sorte a nossa que em plena pandemia tivéssemos na presidência um negacionista que não tem nenhum apreço a vida das pessoas.

  2. John Cutrim, pelo amor de Deus! Já está ficando feio para você. Toda semana você publicando essas mensagens IMBECIS, IDIOTAS, ESTÚPIDAS, BOÇAIS e CORRUPTAS, vindas de um IMBECIL, IDIOTA, ESTÚPIDO, BOÇAL e CORRUPTO do tal de Marcio “rato” Jerry. O cara é um lunático, sem noção que não sabe nem o que diz.
    Um bosta desses só abre a latrina da boca para despejar merda, com esse papo de “genocida” e etc. PQP. Já cansou essa papo furado desse elemento.
    Procure(como já disse antes) entrevistar outros políticos que tenham ao menos um pouco de noção e bom senso e não essas porcarias.

Deixe uma resposta