Nomeação de presidente do PT como Secretário de Habitação expõe divergências no partido em Timon

Acima Marcos Gomes sendo nomeado o novo Secretário de Habitação de Timon.

A prefeita Dinair Veloso confirmou nomeando durante o dia de ontem, o que este eliaslacerda.com havia publicado em primeira mão um dia antes de que presidente do PT de Timon, Marcos Gomes deveria ser nomeado o novo Secretário Municipal de Habitação no lugar do falecido Francisco Falcão (reveja a postagem clicando aqui).

A nomeação teve repercussão dentro do partido. A corrente intitulada “Mar Vermelho”, se posicionou contra e enviou nota ao eliaslacerda.com manifestando sua insatisfação interna no partido.

Confira abaixo a nota enviada:

Nota política da tendência Mar Vermelho/Avante
Em defesa das regras estatutárias do Partido e da autônomia política da instância partidária.
Partido dos trabalhadores de Timon

Em virtude dos últimos acontecimentos que envolve o PT/Timon, onde se tornou pauta constante de ‘blogs’ da cidade, com diversas manifestações de filiados, dirigentes, suplentes e da própria Vereadora, acerca do nome a vacância deixada pelo então secretário da secretaria de habitação Francisco Falcão.

É importante ressaltar a real situação interna do PT de Timon, assim como esclarecer ao governo e a sociedade timonense, os reais fatos de discussão interna, bem como nosso funcionamento institucional.

O PT é um partido democrático que não permite caciquismo, onde sua direção é formada por membros do diretório, membros esses que tem poder de decisão em reunião da Instância partidária.

Nossa democracia interna não é uma democracia centralizada, e existem tendências internas que promovem o debate político, essa talvez seja nossa maior diferença entre os partidos tradicionais.
Nossos mandatos, seja de: vereador, deputado, senador, governador e até presidente da república, estão subordinados as diretrizes dentro de nossa direção. Nenhum parlamentar do PT, pode definir os rumos ou indicações do Partido, sem passar por um amplo debate interno.

Nós observamos atentamente os movimentos que foram feitos por parte do presidente Marcos Gomes e da Vereadora Daluz que estranhamente definiram uma posição de indicação do nome do Marcos Gomes, sem passar por uma reunião de instância da direção partidária.Onde está a convocatória de reunião extraordinária, a resolução de indicação do nome do Marcos Gomes para assumir a secretaria com anuência dos membros do DM. Inclusive documentado em ata da reunião.

Outra situação, precisamos considerar que Marcos Gomes, nomeado secretário, perde a prerrogativa de ser presidente do DM conforme expressa o estatuto, portanto fica determinado que dirigentes de instância superior fica impossibilitado de contrariar as regras e determinações expressa no estatuto, para que seja processado esse dispositivo, é necessário que haja mudança no próximo congresso nacional.

Ressaltamos que Marcos Gomes, não é uma indicação do Partido dos Trabalhadores o mesmo esta ocupando a função sem autorização da instância partidária, onde tomará as medidas cabíveis e necessárias no âmbito partidário.

Por fim lamentamos que novamente o Governo da Prefeita Dinair Veloso, tenha sido induzido ao erro por aqueles que desrespeita a direção do PT, nosso estatuto e nossa autonomia enquanto dirigentes partidários.

Prof.Helena- Vice-Presidenta do PT.

Raimundo Nonato -Secretario de Finanças do PT.

Eduardo Oliveira- Membro do DM.

Lilian Guimarães – Membro do DM.

Valber Cruz,Ex Secretário de Organização do PT e Ex Secretário Municipal de Direitos Humanos de Timon.

José Ramalho,Ex membro do Diretório Municipal do PT e coordenador do Mar Vermelho.

Rocha do PT- Suplente do DM

Eliana do PT -Suplente do DM

Rafael Almeida- Membro do Diretório Estadual do PT-MA e Coordenador Estadual da Tendência Avante

(Do site do Elias Lacerda)

Deixe uma resposta