Notinhas rápidas

Flávio Dino no SBT

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), é o convidado do jornalista Fernando Rodrigues no programa Poder Em Foco deste domingo. A entrevista completa depois do programa Sílvio Santos.

Eliziane sobre São Luís: definição até março

A senadora Eliziane Gama disse ao blog que até o seu partido, Cidadania, ainda não definiu se terá candidatura própria ou apoiará outro candidato em São Luís. “Vamos definir até o fim de março”.

Carlos Madeira perde apoio para Rubens Jr.

O pré-candidato do Solidariedade, ex-juiz federal Carlos Madeira não poderá contar com o apoio da deputada estadual Helena Duailibe, do mesmo partido. A parlamentar é uma das principais apoiadoras da candidatura de Rubens Júnior (PCdoB) para prefeito de São Luís. Outro fator que também colabora é o fato de um dos genros de Helena ser adjunto de Rubens na Secid.

Coronavírus ainda não confirmado no MA

Os casos suspeitos de coronavírus no estado ainda não foram confirmados. Ainda aguarda-se o resultado dos exames dos pacientes que deram entrada nas Upas do Vinhas e Itaqui-Bacanga com suspeita de COVID-19. O secretário de Saúde, Carlos Lula concede uma coletiva na manhã da segunda-feira na SES para falar sobre o monitoramento dos casos.

Origem da epidemia ocorreu em outubro

Os pesquisadores Gianguglielmo Zehender, Alessia Lai e Massimo Galli, da Universidade de Estudos de Milão, publicaram um artigo revelador sobre o novo coronavírus no Journal of Medical Virology. Os resultados pormenorizados da investigação levada a cabo por eles foram enviados à Organização Mundial da Saúde. Por meio de um estudo epidemiológico-molecular de 52 genomas do vírus já sequenciados, eles concluíram que a origem da epidemia pode ser datada entre a segunda metade de outubro e a primeira metade de novembro de 2019. Ou seja, algumas semanas antes que aparecessem os primeiros casos da “pneumonia misteriosa” na China.

Multiplicação

A partir de dezembro do ano passado, houve uma super aceleração e cada pessoa infectada passou a produzir uma média de outros 2,6 casos, o que levou a que o número de contaminados duplicasse a cada quatro dias. O estudo é importante porque dimensiona a capacidade adquirida do novo coronavírus de propagar-se em seres humanos.

1 pensou em “Notinhas rápidas

Deixe uma resposta