O que Bolsonaro tem em comum com Sarney

Bolsonaro disse que vai chamar o Almirante Bento Albuquerque, ministro de Minas e Energia (MME), para notificar os postos de gasolina que não reduzirem os preços (coisa que ele acha que deveria ocorrer depois da mudança de impostos aprovada no Congresso).

Quem tinha o hábito de ameaçar “chamar” um ministro militar toda vez que acontecia algo de que não gostava era João Figueiredo. O então presidente dizia que ia chamar o (Walter) “Pires”, o linha-dura que ocupava o ministério do Exército na época, para sugerir que poderia dar o golpe.

Quem tinha o hábito de fiscalizar preço era José Sarney. Em 1986, o então presidente levou às ruas milhares de “fiscais do Sarney” e chegou a mandar a Polícia Federal caçar boi gordo no pasto.

Bolsonaro imita Figueiredo ameaçando golpe militar há tempos.

Mas de vez em quando gosta de imitar Sarney também.

Dica para Bolsonaro: não deu certo na primeira vez, presidente. (Da Veja)

1 pensou em “O que Bolsonaro tem em comum com Sarney

  1. Rapaz vcs esquerdopatas, não respeitam o presidente BOLSONARO…qual foi a vez q ele tentou dar Golpe Militar no Brasil…seus HIPÓCRITAS, tem um falso democrata aí q fala em restringir a imprensa,esse sim é um canalha , projeto de ditador… o presidente BOLSONARO foi eleito democraticamente por mais de 57milhoes de votos dos brasileiros de BEM ….e será REELEITO , respeitem a nossa vontade.

Deixe uma resposta