Pai e mãe são presos por vender a própria filha em cidade do Maranhão em troca de três cervejas

Nesta quinta-feira (9), a Polícia Civil do Maranhão , conseguiu na cidade de Pinheiro, prender um homem e uma mulher (pai e mãe) , pelo crime de estupro de vulnerável previsto no artigo 217-A do Código Penal brasileiro. Segundo as investigações da Delegacia Especializada da Mulher de Pinheiro , os presos venderam a própria filha ,uma criança de 11 anos de idade.

Ainda segundo as investigações ,no final do mês de agosto do ano corrente, chegou ao conhecimento da Polícia Civil que a dupla em um povoado da cidade de Pinheiro, havia vendido sua filha de 11 anos para um homem em troca de três cervejas .

Realizadas diligências, foram confirmados os fatos apresentados na denúncia recebida, bem como que no dia seguinte após ser vendida , a criança fugiu da residência do ” comprador” e retornou para casa de seus pais, porém eles negaram seu acolhimento, pois ela já não era mais virgem e eles ficariam mal falados.

De imediato a criança ficou sob a responsabilidade do Conselho Tutelar que adotou medidas de proteção a sua integridade. Diante dos fatos, foi representado pela prisão temporária dos genitores da criança e do homem que a “comprou”, pelo cometimento do crime previsto no artigo 217-A do CPB.

Deixe uma resposta