PDT extingue processos contra 4 dos 8 dissidentes; caso Gil Cutrim segue indefinido

Em reunião de sua Executiva Nacional, o PDT decidiu extinguir os processos disciplinares contra quatro dos oito deputados do partido que votaram a favor da reforma da Previdência.

Com isso, Alex Santana (BA), Jesus Sérgio (AC), Silvia Cristina (RO) e Subtenente Gonzaga (MG) podem voltar às atividades partidárias.

Os processos contra os outros quatro — entre os quais a deputada Tabata Amaral — foram suspensos temporariamente, até que o TSE julgue as ações apresentadas por eles para tentar deixar a legenda sem perder o mandato.

Além de Tabata, estão nesse segundo grupo os deputados Flávio Nogueira (PI), Gil Cutrim (MA) e Marlon Santos (RS). O Antagonista

Deixe uma resposta