Empresa administradora do terminal da Cohama foi notificada em dezembro pela Prefeitura para corrigir falhas no telhado

A Prefeitura de São Luís, por meio da procuradoria-geral do município, informou, ao juiz da Vara de Interesses e Difusos, ainda no dia 9 de dezembro de 2021, que a Viação Primor Ltda não procedeu aos reparos da estrutura metálica que dá sustentação ao telhado do Termina da Cohama.

Em relatório de vistoria emitido pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes no dia 2 de dezembro do ano passado, ficou constatado que as braçadeiras que sustentam e apoiam as terças e nas extremidades do telhado que exigem maior solidez da estrutura para suportar as calhas de drenagem estavam com risco eminente de rompimento.

A Prefeitura intimou a administradora do terminal que realizasse os serviços reparadores. Diante da omissão por parte da Viação Primor, a Prefeitura solicitou correção imediata das pendências, sob pena de multa diária de R$ 10.000,00 (dez mil reais).

Fica constatado que a empresa responsável pelo terminal da Cohama acabou descumprindo decisão da Vara de Interesses e Difusos, mesmo após a realização de audiências e ser notificada, com antecedência, pela Prefeitura, dos problemas existentes na estrutura.

No último sábado, por conta da omissão e o descaso da empresa Viação Primor, o terminal de Integração da Cohama teve grande parte do telhado arrancado por conta das fortes chuvas na capital. A estrutura metálica que fazia parte do telhado do local foi derrubada comprometendo o funcionamento das plataformas.

Deixe uma resposta