‘Qual o problema de a energia ficar um pouco mais cara?’, questiona Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que nunca os “fundamentos fiscais estiveram tão tranquilos” e que “quem está dizendo que o Brasil vai parar de crescer no ano que vem não entendeu nada”.

Guedes afirmou que o país vai crescer e enfrentará o problema do choque hídrico.

“Isso vai causar perturbação, empurra a inflação um pouco para cima, BC tem que correr um pouco mais atrás da inflação”, disse. “Qual o problema agora que a energia vai ficar um pouco mais cara porque choveu menos?”, disse.

No lançamento da Frente Parlamentar do Empreendedorismo, criticou ainda a imprensa e disse que “todo dia você olha para o jornal e está dizendo que vai pegar fogo o Brasil, que agora vai explodir tudo”.

Guedes disse ainda que a arrecadação, o consumo de energia elétrica e o consumo de combustível estão “bombando” e a economia está “vindo com força”.

“Há nuvens no horizonte? Há. Temos crise hídrica forte pela frente”, disse. “Mas a economia brasileira está furando as ondas”, disse.

Segundo ele, a economia está “bombando” e “continua a narrativa de que o governo não está fazendo nada”.

Segundo ele, o país vai continuar crescendo justamente porque o “Congresso está operante”. O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), é uma “liderança imprescindível”. O ministro voltou a dizer que a vacinação está avançando e que “já já” o Brasil vai passar os Estados Unidos em percentuais de imunização.

Em relação à frente parlamentar, disse que é uma “peça decisiva que estava faltando na engrenagem política”. “Estamos formalizando um eixo de ação política que nos garanta apoio nas horas decisivas.”  Do Valor Econômico

Deixe uma resposta