Rafael Leitoa, embora não diga publicamente que seja candidato a prefeito, age e se comporta como tal…

Em novembro do ano passado, o deputado Rafael Leitoa (PDT) disse com exclusividade ao blog que não seria mais candidato a prefeito de Timon. Ele garantiu que ficaria no seu mandato e apoiaria o nome que o grupo Leitoa escolhesse.

“Estou 110% fechado com o candidato que o grupo escolher. A alternância é saudável e democrática“, disse Rafael ao blog do John Cutrim, ao concordar com a tese de mais um Leitoa concorrendo à prefeitura poderia gerar um desgaste.

Apesar da declaração, Rafael Leitoa continuou agindo e se comportando como pré-candidato a prefeito de Timon. Embora o prefeito Luciano Leitoa tenha dito em entrevista a uma TV de Teresina e divulgada pelo Blog do Ludwig (reveja) que “o próximo prefeito o deputado Rafael estará ajudando, mas, como deputado… Como deputado o deputado Rafael vai continuar ajudando a cidade porque é muito importante para o nosso grupo político ter um mandato de deputado estadual”.

Nesta semana Rafael, ao lado de outros pré-candidatos a prefeito – Neto Evangelista (São Luís), Professor Marco Aurélio (Imperatriz), Fernando Pessoa (Tuntum) – está em Sobral, no Ceará, para conhecer de perto um pouco mais dos bons exemplos de gestão que está sendo realizados por lá, conforme o site Maramais.

O município cearense tem cerca de 147 mil habitantes e é destaque na Saúde e Educação há vários anos. É de lá que vem o melhor IDEB do Ceará, e a Saúde recebeu o maior número de Selo Bronze de Qualidade do QualificaAPSUS em 2018.

Isso deixa claro que Rafael Leitoa ainda não desistiu de ser candidato a prefeito, mesmo com a resistência do prefeito Luciano Leitoa, seu primo. E para isso vem se preparando na pré-campanha. Talvez acredite que outros nomes do seu grupo não se viabilizem e acabe caindo no seu colo o desafio de se candidatar.

1 pensou em “Rafael Leitoa, embora não diga publicamente que seja candidato a prefeito, age e se comporta como tal…

  1. A cidade de Timon nunca mudou em nada.Quando estudante universitário,morando fora de São Luís, voltando sempre nas férias,isso a vinte anos atrás,somos obrigado a passar por essa cidade maravilhosa mas esquecida até hoje.Quem vem de Teresina e naturalmente entra em Timon, pouca coisa mudou , a entrada é feia,asfalto de péssima qualidade,sujeira e notamos como há uma grande diferença entre a administração dos dois estados. Acho que o povo ainda não acertou na escolha de um grande prefeito e cabeça que não pensa na escolha ,o corpo padece. A cidade precisa de um administrador de verdade e não políticos metidos a administradores.

Deixe uma resposta