Sarney: “O Brasil me deve meu temperamento”

“O Brasil me deve meu temperamento. Quando assumi, recebi o cargo, mas o poder ficou com Ulysses Guimarães”.

A sinceridade da frase é de José Sarney ao documentário A nova república , dirigido por Alê Lucas e com produção de André Torretta, que será lançado em março do ano que vem.

O filme trará depoimentos de todos os ex-presidentes vivos desde a redemocratização e já ouviu todos eles, exceto Lula e Dilma Rousseff.

(Por Eduardo Barretto)

Deixe uma resposta