Sarney, Temer e FHC serão atrações de ciclo de debates

Os ex-presidentes Michel Temer, Fernando Henrique Cardoso e José Sarney, além do ex-ministro da Defesa e ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Nelson Jobim, participarão do Um Novo Mundo para o Brasil – ciclo de debates que acontecerão de 15 a 27 de setembro. A ideia é debater propostas para a atual crise institucional do país. Os encontros também contarão com especialistas em polícia, economia e sociedade, com transmissão ao vivo no site do evento, sempre das 18h30 às 20h.

Os eventos serão organizados pelos partidos MDB, PSDB, DEM e Cidadania, e também contarão com a participação dos presidentes das siglas – Baleia Rossi, Bruno Araujo, ACM Neto e Roberto Freire, respectivamente. O painel de abertura, será sobre “Crise Institucional e a Democracia” e contará com uma palestra de Jobim, a mesa de debatedores formada por Temer, FHC e Sarney. A mediação ficará por conta do ex-ministro Moreira Franco.

“O eixo central dos debates é a democracia. Vivemos uma realidade de intolerância e de dificuldade de diálogo entre as forças políticas. E precisamos dos partidos políticos para que a democracia funcione. Por isso, organizamos um seminário com pessoas qualificadas pelo saber em diversas áreas, para que juntos consigamos propor soluções que fortaleçam o sistema democrático”, afirma Moreira.

Marcus Pestana, do PSDB e um dos coordenadores do evento, diz que o objetivo dos organizadores é apontar soluções, a partir de um velho hábito da política brasileira que anda em desuso: a conversa entre diferentes. “É por acreditar no diálogo, no entendimento e na necessidade de uma ampla união de forças democráticas, capazes de sustentar um programa de mudanças, que as fundações e institutos dos nossos partidos criaram esse ciclo de debates”, explica.

Para José Mendonça Filho, do DEM, também à frente da iniciativa, um dos planos é pacificar a convivência política com a negociação em torno de ideias. “Nossa intenção é pensar como promover o rumo do reencontro do país consigo mesmo”, afirma.

O ex-prefeito de Vitória (ES) Luciano Rezende, ligado ao Cidadania, ressaltou que o momento político é propício a um chamado nacional ao entendimento. Em setembro, mês dos debates, começa a contagem regressiva para as comemorações, em 2022, do Bicentenário da Independência. “A democracia não pode ser refém da intolerância e da polarização. Os festejos do Bicentenário são uma boa oportunidade para reflexão de todos sobre como construir um ambiente político de paz, sem as constantes agressões que vemos hoje ao Estado de Direito Democrático”, argumenta Rezende, também coordenador do ciclo de debates. (Jornal de Brasília)

1 pensou em “Sarney, Temer e FHC serão atrações de ciclo de debates

Deixe uma resposta