Vídeo: Após criticar fala de Bolsonaro, Roseana diz que não é contra o Presidente: “não sou comunista”

O presidente Jair Bolsonaro colocou em dúvida a tortura sofrida pela ex-presidente Dilma Rousseff durante a ditadura militar (1964-1985). A apoiadores, ele afirmou que aguarda “até hoje” raio-x que comprovaria lesão provocada em Dilma pelos torturadores.

Políticos como ex-presidentes, o governador Flávio Dino e até a ex-governadora Roseana Sarney se solidarizaram com Dilma e criticaram Bolsonaro.

No caso de Roseana, ela disse nesta quarta-feira (30) que não concordava apenas com o que disse o Presidente, porém ressaltou que não é contra ele e muito menos “comunista”. No Maranhão, Roseana e sua família apoiaram Bolsonaro em sua eleição.

Veja nos vídeos acima.

2 pensou em “Vídeo: Após criticar fala de Bolsonaro, Roseana diz que não é contra o Presidente: “não sou comunista”

  1. Se essa PALHAÇA soubesse a definição de COMUNISMO ((do latim communis, comum, universal) é uma ideologia política e socioeconômica, que pretende promover o estabelecimento de uma sociedade IGUALITÁRIA, sem classes sociais e apátrida, baseada na propriedade comum dos meios de produção.), NÃO abriria à boca para falar idiotices. Essa doente mental ainda apregoa a ideia difundida pelos militares dos anos 60/70/80 que comunistas “comiam criancinhas e eram contra a PÁTRIA” .

Deixe uma resposta