Vídeo: Sessão da Câmara de Timon volta a flagrar situação inusitada em participação virtual

O que é pior para os vereadores nas sessões virtuais da Câmara de Timon: falar o que não deve deixando o microfone ligado ou vacilar com imagens que são geradas nas suas participações?

Nós dois quesitos as recentes sessões da Câmara têm demonstrado que essas questões devem ter uma atenção redobrada por parte dos vereadores,  pois em menos de uma semana as barbeiragens tem revelado que os parlamentares tem jogado os parlamentares em situações inesperadas.

Na semana passada foi o vereador do PSB, Márcio Sá que cometeu uma gafe indesejada ao proferir que daria uma lapada no vereador Ulisses Waquim, do PSD. Foi uma força de expressão, na  verdade o que o vereador quis dizer é que daria uma resposta contundente ao opositor.

Nesta segunda, dia 15,  quem foi flagrado foi o ex-vereador Anderson Pego. Enquanto a esposa dele, a vereadora Alynne Macêdo, do PSD, participava ao vivo da sessão, ele foi flagrado em trajes íntimos, sem camisa, passando atrás dela.

Pelo vídeo percebe-se que a vereadora se assustou. Ouro momento jocoso foi com o vereador Chagas Cigarreiro falando dos sintomas que teve de Covid-19.

As cenas, como a da semana passada com Márcio Sá, revelam que os vereadores seguem cometendo gafes com esse novo normal em tempos de pandemia.

As situações na Câmara tem feito o deleite de muitos em grupos de whatsapp. (Com informações Do site do Elias Lacerda)

Deixe uma resposta