Weverton diz que falou com Ciro antes de encontro com Lula e lembra palanques duplos no MA

O senador Weverton Rocha (PDT) afirmou que conversou com Ciro Gomes, presidenciável do seu partido, antes de se encontrar com Lula (PT), na noite de ontem.

“Eu aprendi uma coisa na vida, conversa franca, amizade longa. Eu liguei para o Ciro Gomes e falei do encontro que teria a noite. Na hora do almoço recebi em casa o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi e o líder na Câmara, deputado André Figueiredo e conversei abertamente. Eles sabem do projeto, da construção majoritária que temos feito”, disse Weverton ao Ponto Continuando (Educadora AM).

Weverton lembrou que, nas últimas eleições, existiram vários palanques presidenciáveis no grupo do governador Flávio Dino.

“Nas últimas eleições a gente teve mais de dois presidentes nos palanques, inclusive no nosso palanque, no meu, do Flávio Dino e da Eliziane. Havia o Ciro, o Haddad. Na outra eleição teve três presidenciáveis. Então nunca foi o problema. O presidente Lula colocou muito claro que não ver problema nenhum ir para o palanque aonde eu esteja, onde o meu partido tenha o Ciro Gomes. Pra ele isso é tranquilo, está superado, e quem estiver torcendo e achanado que isso é impeditivo vai se frustrar com certeza”, declarou o senador.

Na oportunidade, Weverton lembrou que, desde quando era deputado federal, é aliado leal do PT assim como Flávio Dino também tem sido. Destacou que foi contra o impeachment da presidente Dilma e  se posicionou de forma contrária à prisão de Lula.

Questionado sobre notícia de recente tentativa de aproximação entre o Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís, o senador afirmou que torce para que isso se concretize, “pois quem ganha é o Estado e a capital”. Além disso, Weverton disse que o prefeito Eduardo Braide tem feito sua parte na gestão.

Deixe uma resposta