Weverton prega união e diz que amizade com Flávio Dino “é muito maior do que qualquer coisa”

Após o término das eleições municipais, o senador Weverton (PDT-MA) falou sobre a importância da sociedade se unir para trabalhar pelo Brasil. O parlamentar participou de uma entrevista ao vivo do programa de rádio Ponto e Vírgula da Difusora e ressaltou que o momento agora é de união.

“Agora, encerra-se a eleição, desarmam-se os palanques e chega a hora do prefeito, governador, Assembleia Legislativa, Câmara dos Deputados, Senado Federal e todos se organizarem para resolver os problemas do país”, ressaltou.

De acordo com Weverton, a pandemia atinge de forma muito dura a economia brasileira e todos precisam se unir pelo Brasil.

“Todas as medidas que nós votamos no Congresso Nacional valem até dezembro. Então, a partir de janeiro, as coisas vão apertar muito. Os municípios e estados vão ter muita dificuldade e, com isso, o emprego e todos serão afetados. É hora de todo mundo arregaçar as mangas e trabalhar para diminuir o impacto dessa crise na sociedade”, explicou.

O senador falou ainda sobre o desempenho do PDT nas eleições municipais.

“O segundo turno confirmou a força do PDT. Disputamos 4 prefeituras e vencemos 3. Concorremos também em 3 chapas como vices, ganhando 2 delas. Nossos candidatos e a nossa militância estão de parabéns”, declarou.

São Luís

O senador parabenizou o prefeito eleito de São Luís, Eduardo Braide, que ganhou as eleições no segundo turno na capital maranhense.

“Parabenizo o Braide pela vitória e lhe desejo um bom trabalho por São Luís. Ele é um deputado federal que tem uma experiência. Tenho certeza que terá a capacidade de articular as alianças e o diálogo necessário a favor da cidade. Agora é o momento de todos se unirem em respeito à democracia”, ressaltou.

Weverton falou ainda que divergências são normais em época de eleição e que isso não é motivo para desentendimento. “O grupo liderado pelo vice, Carlos Brandão, quis insuflar algo que não existiu. O governador sabe que pode contar com o PDT. Toda as pautas que o governador me pediu, aqui em Brasília, eu fui atrás para ajudar e dar minha contribuição. Eu tenho certeza que a nossa amizade e a nossa relação política é muito maior do que qualquer coisa”, finalizou o senador.

8 pensou em “Weverton prega união e diz que amizade com Flávio Dino “é muito maior do que qualquer coisa”

  1. Eles se entendem como ninguém…
    Foi só por medo de perder os cargos em vários órgãos do estado que o senador declarou isso.
    Mas, essa conversinha pra boi dormir não vai colar.

  2. Amigo tem que ser tratado como amigo, inimigo como tal. Em um grupo politico ou tamos juntos ou estamos separados. Não dá pra estar junto só quando atende seus interesses próprios colocando um projeto de grupo em risco, WR traiu o grupo, isso é fato.

Deixe uma resposta