39% apoiam impeachment de Bolsonaro, diz pesquisa

Pesquisa inédita da Quaest Consultoria indica que os brasileiros são contra a adoção de medidas extremas como solução para os impasses políticos atuais: 50% dos entrevistados são contra fechar o Congresso Nacional, 33% se disseram a favor da medida radical e 17% não quiseram ou não souberam responder. De acordo com o levantamento, a maioria dos pesquisados, 49%, não apoia um eventual impeachment de Jair Bolsonaro, ante 39% favoráveis à abreviação do mandato do atual presidente; 12% não souberam ou não quiseram responder.

Os brasileiros entrevistados se disseram muito preocupados com o destino do Brasil: 61%. Apenas 20% afirmaram estar otimistas. Isso porque a pesquisa foi feita um pouco antes da turbulência nas bolsas de valores do mundo inteiro, incluindo a de São Paulo.

A Quaest também pesquisou o sentimento em relação ao coronavírus: 44% se disseram extremamente preocupados e 22% afirmaram estar muito preocupados.

A percepção quanto ao governo Bolsonaro mudou pouco: 30% o avaliam como positivo, 35% como negativo e 34% consideram a gestão regular (1% não quis ou não soube responder).

“A pesquisa mostra um presidente de gueto, que se descolou da maioria, que fala pra seu fã-clube, mas que não consegue mais empolgar o eleitor mediano”, diz o cientista político Felipe Nunes, da Quaest.

A Quaest fez mil entrevistas entre os dias 2 e 5 deste mês. O método de coleta foi o painel digital de eleitores (questionário com autopreenchimento). A margem de erro máxima estimada é de 3,1 pontos porcentuais considerando os resultados obtidos no total da amostra. Intervalo de confiança: 95%.

1 pensou em “39% apoiam impeachment de Bolsonaro, diz pesquisa

Deixe uma resposta