Assembleia condecora ministro Anderson Torres com Título de Cidadão Maranhense

A Assembleia Legislativa do Maranhão realizou, na manhã desta segunda-feira (27), sessão solene para a entrega do Título de Cidadão Maranhense ao ministro da Justiça e Segurança Pública. Anderson Gustavo Torres. A honraria foi proposta pelo deputado Glaubert Cutrim (PDT), 1º vice-presidente da Alema. A cerimônia, conduzida pelo presidente da Casa, deputado Othelino Neto (PCdoB), aconteceu no Plenário Nagib Haickel.

A solenidade contou, ainda, com a presença do governador em exercício, desembargador Paulo Velten; do senador Weverton Rocha (PDT), além de representantes do Poder Judiciário, do Ministério Público, do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e de dirigentes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA).

O deputado Glaubert Cutrim (PDT) fez a saudação ao homenageado, destacando que o ministro Anderson Torres, natural de Brasília/DF, é delegado de carreira da Polícia Federal, ocupando, atualmente, o cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública.

Agência Assembleia

Anderson Torres agradeceu à Assembleia Legislativa e, especialmente, ao deputado Glaubert Cutrim pela homenagem

Anderson Torres agradeceu à Assembleia Legislativa e, especialmente, ao deputado Glaubert Cutrim pela homenagem

O parlamentar frisou, ainda, que Anderson Torres tem sido muito atuante na área da justiça e cidadania, sendo um dos responsáveis pelas principais investigações voltadas ao combate ao crime organizado, no âmbito da Polícia Federal.

“É digno de louvor o trabalho que vem sendo realizado pelo ministro Anderson Torres em todas as regiões do país, com atuação destacada também em nosso Estado. Por essa razão, a proposição da homenagem, concedendo-lhe o Título de Cidadão Maranhense, foi aprovada por unanimidade pelo Plenário desta Casa”, ressaltou Glaubert Cutrim.

Durante a solenidade, o governador em exercício, Paulo Velten, também enalteceu o trabalho de Anderson Torres à frente do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

“Ele tem feito um trabalho técnico primoroso na área, em parceria com o Governo do Maranhão. Vale ressaltar que isso é uma demonstração de maturidade institucional. Atitudes republicanas são fundamentais para o devido enfrentamento aos desafios do nosso tempo”, enfatizou Velten.

Compromisso

Após receber a condecoração, o ministro Anderson Torres agradeceu à Assembleia Legislativa e, especialmente, ao deputado Glaubert Cutrim pela homenagem que lhe foi prestada.

“Fico muito feliz, orgulhoso e bastante lisonjeado com esta honraria. Aproveito para reafirmar nosso compromisso com este Estado, dizendo que as parcerias que temos mantido com o Maranhão vão continuar pelo bem do interesse público, que está  sempre em primeiro lugar. Mais Brasil e menos Brasília e prioridade absoluta às demandas indispensáveis da nossa população”, afirmou o ministro.

Agência Assembleia

A cerimônia de entrega do Título de Cidadão Maranhense ao ministro Anderson Torres contou com a presença de várias autoridades

A cerimônia de entrega do Título de Cidadão Maranhense ao ministro Anderson Torres contou com a presença de várias autoridades

O deputado Wellington do Curso (PSC) também enalteceu as qualidades de Anderson Torres e disse que o ministro é um dos grandes parceiros do Maranhão no governo federal.

“Não há como negar que ele se dedica de maneira muito contundente ao combate às organizações criminosas, à repressão ao tráfico internacional de drogas e à busca incessante por justiça, sendo, portanto, mais do que merecedor do Título de Cidadão Maranhense”, declarou Wellington.

A sessão solene contou, também, com a presença do deputado federal Gil Cutrim; do presidente em exercício do TJMA, desembargador Marcelino Ewerton; do procurador-geral de Justiça, Eduardo Nicolau; do presidente do Tribunal Regional do Trabalho, José de Carvalho Neto; do corregedor-geral da Justiça, desembargador Froz Sobrinho; do defensor público-geral do Maranhão, Gabriel Furtado; dos desembargadores federais Ney Bello Filho, Gustavo Amorim, Reinaldo Soares da Fonseca e Roberto Veloso; do ex-presidente do Tribunal de  Contas do Estado  (TCE-MA), Edmar Cutrim, entre outras autoridades.

Deixe uma resposta