Braide, vice e vereadores tomam posse para mandato 2021/2024 em São Luís

Tomaram posse na tarde desta sexta-feira (1/1), o prefeito Eduardo Braide (Podemos), a vice Esmênia Miranda (PSD) e os 31 vereadores eleitos em novembro de 2020,  que fizeram a leitura do mesmo juramento. Após o rito protocolar, Braide realizou um breve pronunciamento como prefeito reeleito de São Luís. Em cerimônia realizada no auditório Fernando Falcão, na Assembleia Legislativa do Maranhão, os parlamentares assumiram os seus respectivos mandatos para a 20ª Legislatura da Câmara Municipal de São Luís (2021-2024).

Em sua fala, Braide destacou que terá um bom relacionamento com os vereadores nessa sua primeira gestão, destacando a inter-relação entre os poderes. Além disso, fez um breve relato sobre a situação provocada pela pandemia da Covid-19, mas afirmou que não foi eleito para reclamar, mas para governar.

A Sessão Solene foi presidida pelo parlamentar mais idoso entre os presentes, vereador Francisco Carvalho (PSL), conforme determina o Regimento Interno da Casa. Para auxiliar os trabalhos, ele contou com o apoio do vereador Francisco Chaguinhas (Podemos), reeleito, e do vereador Astro de Ogum (PCdoB), decano da Casa.

Seguindo a previsão regimental, o parlamentar fez a leitura do juramento de posse, pelo qual os vereadores se comprometem a “manter, defender e cumprir a Constituição da República e a do Estado, e a Lei Orgânica do Município, observar as leis, promover o bem geral do povo ludovicense e exercer o mandato sob a inspiração do interesse público, da lealdade e da honra”.

CERIMÔNIA RESTRITIVA

A solenidade teve restrição de público devido a pandemia da Covid-19 e seguiu todos os protocolos sanitários estabelecidos pelas autoridades de saúde. Além disso, será transmitida ao vivo pela TV Assembleia (9.2 no canal aberto e 17 na TVN) e redes sociais da Câmara e da Assembleia objetivando oferecer ao cidadão a oportunidade de acompanhar todos os detalhes desta importante festa da democracia.

Uma vez constituído em sua 20ª Legislatura, os parlamentares realizam a eleição e a posse da nova Mesa Diretora 2021-2022. A Mesa Diretora é composta por nove cargos: presidente, 1º, 2º, 3º e 4º vice-presidentes, secretário-geral e 1º, 2º, 3º e 4º secretários.

Encabeçando chapa única, o vereador Osmar Filho (PDT), que era o presidente da Câmara de São Luís até o fim de 2020, quando se encerrou a legislatura passada, voltou a ser eleito por unanimidade para o comando da Casa. Ele estará à frente dos trabalhos legislativos ao longo dos próximos dois anos.

A chapa “Unidos por São Luís”, única a disputar a eleição para a Mesa Diretora da Câmara, foi eleita por unanimidade entre os 31 vereadores recém-empossados e conduzirá os trabalhos do parlamento municipal durante o biênio 2021 / 2022.

Dessa forma, a Mesa Diretora da Câmara terá a seguinte composição: vereador Osmar Filho (PDT), como presidente; vereador Dr. Gutemberg Araújo (PSC), como 1º vice-presidente; vereador Paulo Victor (PCdoB), como 2º vice-presidente; vereador Thyago Freitas (DC), como 3º vice-presidente; vereador Octávio Soeiro (PODEMOS), como 1º secretário; vereador Aldir Júnior (PL), como 2º secretário; vereador Ribeiro Neto (PMN), como 3º secretário; vereadora Karla Sarney (PSD), como 4º secretária; e vereadora Rosana da Saúde (Republicanos), como a 5º secretária.

Em seu discurso, o presidente Osmar Filho destacou o sentimento de unidade da Câmara Municipal em prol da cidade. “Quero externar o sentimento de união da Câmara Municipal de São Luís. Tenho certeza que todos os vereadores eleitos e empossados nesta legislatura estão comprometidos com a cidade e cada um dará a sua contribuição para o fortalecimento do parlamento, como caixa de ressonância para população, e principalmente da cidade de São Luís e do povo que nós representamos.”, pontuou.

Após a posse dos 31 vereadores e a escolha da Mesa Diretora da Câmara, o presidente do parlamento municipal, vereador Osmar Filho, empossou o prefeito Eduardo Braide e a sua vice, Esmênia Miranda, que estarão à frente do Executivo Municipal pelos próximos quatro anos.

Deixe uma resposta