Cleide desmente Gentil e diz que ele ofereceu vice para se livrar das chantagens de Paulo Marinho

A deputada estadual Cleide Coutinho enviou nota ao blog rebatendo as declarações do prefeito Fábio Gentil a este editor. A parlamentar diz que o prefeito mente quando declara que não quis abrir mão de manter Paulo Marinho Jr. de vice na sua chapa e, por isso, um acordo não teria sido fechado entre os dois grupos. “O prefeito, fez proposta a interlocutores, ofereceu o cargo de vice-prefeito em sua chapa, pois se dizia cansado das “chantagens feitas pelo Sr. Paulo Marinho em dividir os recursos municipais com ele”, afirma Cleide.

Ao lado do ex-prefeito Paulo Marinho na sessão solene para comemorar o transcurso dos 30 anos da promulgação da Constituição Estadual do Maranhão nesta quinta-feira (17) na Assembleia Legislativa em São Luís, Fábio Gentil declarou a este blog que o acordo com o grupo Coutinho não foi celebrado porque ele não cedeu a vaga de vice de Paulo Marinho Jr. na sua chapa.

De acordo com Fábio Gentil, o nome que propuseram indicar para a vice seria a ex-vereadora Cláudia Coutinho, esposa do prefeito de Matões, Ferdinando Coutinho (irmão do saudoso Humberto Coutinho). A deputada Cleide Coutinho desmente.

A aliança eleitoral com o Sr Fábio Gentil não foi possível, porquê a credibilidade do prefeito em cumprir acordos políticos é zero. Nunca houve negociações em torno de nomes para ocupar qualquer cargo na chapa majoritária do prefeito“, rebateu Cleide.

A deputada também se pronunciou sobre outra afirmação do prefeito Fábio Gentil dada ao blog. O prefeito disse acreditar que o nome a ser escolhido no grupo Coutinho para enfrentá-lo será o da vereadora Thais Coutinho. “Na minha visão isso já foi definido e não essa pesquisa que vão fazer”, disse Fábio.

Cleide refuta mais uma vez. “A afirmação de que o candidato a prefeito do nosso grupo já está escolhido, mostra o desprezo do senhor Fábio Gentil pela verdade. A pesquisa para escolha do nosso(a) candidato(a) será realizada pelo instituto amostragem, da cidade de Teresina (PI) de inquestionável credibilidade, e o questionário foi elaborado de comum acordo por todos os candidatos que se propuseram a disputar a eleição com o nosso apoio”, disparou.

Veja a íntegra da nota enviada por Cleide Coutinho ao blog.

A propósito das declarações do prefeito de Caxias em seu blog, solicito os esclarecimentos que seguem:

1. A aliança eleitoral com o Sr Fábio Gentil não foi possível, porquê a credibilidade do prefeito em cumprir acordos políticos é zero. Nunca houve negociações em torno de nomes para ocupar qualquer cargo na chapa majoritária do prefeito.

2. O prefeito, fez proposta a interlocutores, ofereceu o cargo de vice-prefeito em sua chapa, pois se dizia cansado das “chantagens feitas pelo Sr. Paulo Marinho em dividir os recursos municipais com ele”.

3. A afirmação de que o candidato a prefeito do nosso grupo já está escolhido, mostra o desprezo do senhor Fábio Gentil pela verdade. A pesquisa para escolha do nosso(a) candidato(a) será realizada pelo instituto amostragem, da cidade de Teresina (PI) de inquestionável credibilidade, e o questionário foi elaborado de comum acordo por todos os candidatos que se propuseram a disputar a eleição com o nosso apoio.

4. A nossa diferença com o Sr Fábio Gentil não é pessoal, mas de método. Temos a honestidade, credibilidade e a verdade como princípios, provadas ao longo de décadas por mim, pelo nosso grupo político e pelo nosso inesquecível Humberto Coutinho.

5. Por fim, a campanha do nosso(a) candidato(a) às eleições municipais será do tostão de cada um dos nossos militantes, contra os milhões dos cofres municipais, como alardeia o senhor prefeito. Será uma campanha comprometida com a geração de empregos, a solução dos problemas da saúde e educação, relegadas ao esquecimento pela atual administração de Caxias.

Atenciosamente

Dra. Cleide Coutinho
Deputada estadual

Deixe uma resposta