Em ficha abonada por Dino, Brandão se filia ao PSB

Ao lado de diversas lideranças políticas, o vice-governador Carlos Brandão assinou oficialmente nesta quarta-feira (23) sua ficha de filiação ao PSB. Ele discursou enaltecendo as políticas públicas de combate à fome, como os mais de 100 restaurantes populares no Maranhão. Ele aproveitou a oportunidade para elogiar a candidatura do ex-presidente Lula (PT) e engrandecer o arco de políticas públicas que produziram impactos positivos na vida dos maranhenses de 2015 pra cá.

Brandão assinou sua ficha de filiação ao PSB em ato ocorrido em Brasília. Além dele, se filiou ao PSB o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que deverá compor chapa como vice do ex-presidente Lula (PT).

Brandão também falou sobre a geração de empregos no Estado. Em 2021, por exemplo, ele apontou que o Maranhão gerou 43 mil empregos com carteira assinada, segundo dados do Caged, ocupando as primeiras posições do Nordeste.

Na ocasião, Brandão também reforçou que está pronto para disputar a sucessão de Flávio Dino (PSB).

Brandão também ressaltou as mudanças na Saúde, como a construção de hospitais e descentralização de atendimentos na Capital, São Luís. O vice-governador comprometeu-se em manter o que já está bom e ampliar projetos que melhorem a qualidade de vida da população. “A grande mudança iniciada pelo governo Dino e por mim não vai ficar para trás. A grande mudança vai continuar“, afirmou.

Ao final de sua fala o vice-governador recorreu a uma frase de Eduardo Campos para exemplificar o novo momento de sua vida política. “O dia em que os filhos do pobre, do rico, do político e do cidadão, do empresário, do trabalhador estudarem na mesma escola, aí o Brasil será o país que queremos e assim teremos“, disse.

O governador Flávio Dino deve ficar no governo até 31 de março, momento no qual ele entregará o comando do governo a Brandão.

Lula não compareceu ao ato de filiação de Alckmin ao PSB. Entre os petistas, estiveram presentes a presidente do partido, Gleisi Hoffmann, e o líder do PT na câmara, Reginaldo Lopes (MG). Também estavam no ato o presidente do PSB, Carlos Siqueira; o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande; além de parlamentares como Bira do Pindaré e Duarte Jr.. O prefeito de Recife e filho do ex-governador Eduardo Campos, João Campos, também compareceu.

Ao pedir a palavra, Geraldo Alckmin demonstrou otimismo com a filiação dos novos integrantes ao partido e disse: “Se Deus quiser vai se eleger para continuar o grande trabalho no Maranhão”. Com informações Diário98

Confira a cerimônia de filiação na íntegra no vídeo abaixo.

1 pensou em “Em ficha abonada por Dino, Brandão se filia ao PSB

Deixe uma resposta