Em nota, Roberto Rocha explica saída do PSDB

A política no Maranhão tem sido binária há muito tempo. Por anos foi dividida entre sarneistas e anti-sarneístas. Hoje resume-se a governistas e não governistas. E haja malabarismo para equilibrar posições entre esse frágil binarismo.

Eu sempre tomei um rumo insubmisso a esse jogo primário. Meu partido é o Maranhão. Meus interesses são os do Maranhão. Por isso não faço política com o fígado. Aprendi, desde sempre, a separar as pessoas das ideias e dos interesses que representam.

Foi com tristeza que vi o meu partido, o PSDB, tomar posição nacionalmente de oposição radical ao governo do presidente Bolsonaro. Para que? Para se alinhar à fila dos que rejeitam tudo, sem matizar os acertos do Governo?

Aqui no Maranhão ainda é pior, pois com essa atitude os tucanos aliam-se ao governo Flávio Dino, que representa tudo o que o PSDB sempre enxergou de pior no espectro ideológico. Aliam-se àqueles que os chamam de vendidos, golpistas e reacionários.

Eu, sempre mantive posição responsável em relação ao governo Bolsonaro, não sendo um aliado mas também não rejeitando as oportunidades que se criaram com a chegada de um governo que logo mostrou boa vontade com as dezenas de projetos que criei para beneficiar a população do Maranhão.

Além disso, um Governo que tomou posição forte em defesa da Base de Alcântara e das oportunidades que se abrem com esse empreendimento que pode representar a redenção da frágil economia maranhense.

Logo vi que meu caminho no PSDB estava se fechando, pois em nenhum momento ficaria contra os interesses do Maranhão, para me submeter aos caprichos momentâneos de nenhum partido.

Por isso procurei a direção do PSDB, há algum tempo, onde informei do meu desembarque do ninho tucano. Permaneci ainda um tempo para fazer valer meu voto em decisões importantes, inclusive pela permanência do nosso presidente Bruno Araújo. Todos sabem que no partido tenho grandes amigos com os quais guardo afetos e partilho ideais e visão de mundo.

Não poderia ser mais tranquila a minha saída, portanto, e foi combinada passo a passo. Ainda não decidi que rumo partidário tomarei, mas seja qual for nada mudará quanto à dedicação integral ao Maranhão.

A política é binária no Maranhão, mas a análise política não precisa ser. Aos que comemoram minha saída quero que saibam que será antes uma conquista que uma atribulação. Vocês verão!

Roberto Rocha

Senador

2 pensou em “Em nota, Roberto Rocha explica saída do PSDB

    • Este RAPAZ não me engana..
      Pra começar o pai dele é conhecido como o pior Governador do Estado de todos os tempos.
      SE desse um tiro nos ovos do Sarney pegagava bem na testa dele.
      ELE está com Bolsonaro por puro interesse de manter EMPREGOS para seus amigos no Estado.
      A exemplo, pegou um RAPAZ de Codó colocou no BNB e agora na CODEVASP, sem a mínima condição de ocupar está posição.
      A corrupção, com certeza, ESTÁ correndo SOLTA.
      SE a polícia Federal for lá, com certeza vai ver a desgraceira.
      ESTE Senador só vai até até o final de 2022, graças a Deus.

Deixe uma resposta