FUNAI e PF precisam agir com rigor e rapidez, diz Márcio Jerry sobre assassinato de Guajajaras

O deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) cobrou rigor e agilidade da FUNAI e da Polícia Federal para investigar e punir os culpados pelo assassinato de Raimundo e Firmino, indígenas da etnia Guajajara, no último sábado (7), no município de Jenipapo dos Vieira, no Maranhão. Outras quatro pessoas ficaram feridas.

“As pregações absurdas contra índios e enfraquecimento das ações do Governo Federal no setor estimulam crimes como este de hoje contra Guajajaras na Terra Indígena Cana Brava. FUNAI e PF precisam agir com rigor e rapidez. O Governo do Maranhão já deslocou equipes para o local no apoio”, afirmou o deputado, relacionando as mortes ao fato de que Bolsonaro se elegeu em 2018 afirmando que não permitiria novas reservas indígenas e, desde então, vem defendendo a exploração de recursos mineirais nessas terras.

A escalada de violência contra os indígenas no Maranhão desde que Bolsonaro assumiu o poder fez com que o governador Flavio Dino (PCdoB) criasse por decreto, ainda no início de novembro, a Força Tarefa de Proteção à Vida Indígena (FT-VIDA), “para auxiliar os órgãos federais em dificuldades e para atender emergências em terras indígenas”, segundo explicou na ocasião.

Deixe uma resposta