Gastão Vieira diz que Braide esconde a verdade sobre votação: “um falso heroísmo trabalhista”

O deputado Gastão Vieira não gostou de ter seu nome citado em uma propaganda eleitoral do colega Eduardo Braide, candidato a prefeito de São Luís.

Braide citou a votação da MP da liberdade econômica (881/19) que flexibiliza regras trabalhistas.

Gastão diz que Braide votou a favor da matéria e que Rubens Jr. estava ausente porque já tinha se licenciado do cargo de deputado federal e assumido a Sedes.

Confira a nota na íntegra.

BRAIDE ESCONDE A VERDADE

Tomei conhecimento de que uma inserção no horário eleitoral do candidato Eduardo Braide, cita o meu nome no episódio da votação da MP 881/19, ocorrida em agosto de 2019. Me sinto obrigado a esclarecer alguns pormenores da falsa narrativa veiculada na sua propaganda eleitoral.

Em primeiro lugar, o candidato Rubens Pereira Júnior não estava simplesmente “ausente” de votação na Câmara dos Deputados, como disse Braide. Rubens estava à frente do cargo de Secretário das Cidades e do Desenvolvimento Urbano do Maranhão, assim sendo, obrigatoriamente licenciado do cargo de Deputado Federal.

O candidato Eduardo Braide mentiu me acusando de ter votado contra os trabalhadores na questão de trabalho aos domingos e feriados. Votei para que os trabalhadores pudessem ter um dia a mais de folga compensatória, podendo assim, folgar dois dias por semana. O que representaria a meu ver uma grande conquista.

O candidato Braide que nunca teve atitudes progressistas, não se atentou ao fato de que ele também votou A FAVOR da matéria – conforme se atesta facilmente no voto SIM à Emenda Aglutinativa Substitutiva Global nº 1.

Foi um descuido. Um falso heroísmo trabalhista.

GASTÃO VIEIRA

2 pensou em “Gastão Vieira diz que Braide esconde a verdade sobre votação: “um falso heroísmo trabalhista”

  1. Esse Gastão Vieira, filho de José Sarney, agora quer passar por moralista e defensor da classe trabalhadora, É só ir no site da Câmara e constatar que ele votou em mais 70% em propostas do Governo Bolsonaro, se tornando em um dos principais aliados do governo federal

Deixe uma resposta