Governo do Estado lança editais de pesquisa para enfrentamento da Covid-19

Editais de pesquisa voltados às áreas de saúde, educação e cultura, lançados pelo Governo do Estado, reforçam o conjunto de medidas no combate ao novo coronavírus. Sob coordenação da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), os editais abrem oportunidades para estudantes bolsistas, profissionais da saúde e engenharias. Juntos, os investimentos em editais com esta finalidade, totalizam recursos de quase R$ 1,5 milhão.

Os editais integram o Plano de Trabalho Anual da Fapema e têm como foco amenizar os impactos causados pela pandemia. Representam um importante viés de investimentos do Governo do Estado no enfrentamento à Covid-19, considerando o desafio do ano de 2020, que permanece esse ano, avalia o presidente da instituição, André Santos.

“A ciência, como uma atividade social que tem como objetivo maior a melhoria das condições de vida da população, proporcionou à Fapema a possibilidade de contribuir neste cenário de crise sanitária. E estamos nos mobilizando com por meio dos editais que fomentam pesquisas voltadas para o combate à doença”, ressaltou Santos.

Produção de pesquisas científicas sobre o Centro Histórico de São Luís é o foco de edital em parceria com a Secretaria de Estado das Cidades (Secid). Voltado para profissionais da Arquitetura, Engenharia Civil, Direito, Comunicação e Design, a proposta é desenvolver políticas públicas integradas ao programa estadual Nosso Centro. As pesquisas devem ser nas temáticas habitacional, tecnológica, cultural, turística, lazer, comercial, gastronômico e institucional.

Em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), a Fapema coordena dois editais que abrem contratação para bolsistas. Os projetos já estão em vigor e o objetivo é contribuir com as equipes de trabalho nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do Maranhão. São 88 bolsas, sendo 74 para estudantes e 14 para professores de Medicina, Enfermagem, Farmácia e Fisioterapia – que vão somar no atendimento à população que procurar as unidades de saúde.

Na pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I), outro edital em parceria com a SES aprovou 19 projetos. Os trabalhos terão base nos eixos temáticos da prevenção, controle e manejo; diagnóstico; epidemiologia e carga global de doença; atenção básica à saúde; vacina e tratamento. “Os esforços do Governo no enfrentamento da doença, com ações em várias áreas, demostra o cuidado com a população e reforça a seriedade com que a gestão está tratando o tema”, enfatiza André Santos.

Deixe uma resposta