Governo do MA alerta sobre a importância da manutenção dos cuidados contra a Covid-19 mesmo depois da vacinação

O Governo do Estado segue atuando no combate à pandemia em todo o Maranhão, agilizando a distribuição de vacinas, garantindo a assistência aos pacientes com a Covid-19 e intensificando o alerta para a importância da adoção das medidas preventivas, ainda necessárias, mesmo para aqueles que já receberam as duas doses do imunizante.

O médico e assessor especial da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Rodrigo Lopes, destaca que tomar os cuidados necessários é a principal forma de minimizar a possibilidade de contágio da doença. “É por meio de medidas como essas que conseguimos conter o avanço da pandemia. Além disso, o uso de máscaras e etiquetas de higiene são aplicáveis não apenas contra a Covid-19, mas também como proteção a outras patologias transmitidas por via aérea, a exemplo da gripe comum”, afirma.

Com voos semanais para as 18 Regionais de Saúde do estado, conduzidos por meio de parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e a Polícia Militar do Maranhão (PMMA), a gestão tem conseguido fazer a distribuição das vacinas em tempo recorde.

Lavar as mãos e usar máscara é indispensável mesmo após vacina (Foto: Divulgação)

O estado já recebeu 2.572.260 doses de vacinas, sendo 1.181.740 doses da CoronaVac, 1.330.850 da AstraZeneca e 59.670 da Pfizer. Do total de vacinas recebidas, mais de 1,8 milhão de doses já foram distribuídas pelo Governo do Estado aos municípios maranhenses e mais de 1,6 milhão de doses foram aplicadas no Maranhão.

Apesar do avanço da vacinação no estado, Rodrigo Lopes explica o papel da vacina. “A imunização pode diminuir as chances de pessoas desenvolverem sintomas mais graves que possam levar ao óbito, porém a vacina não impede a pessoa de contrair o vírus. Assim como qualquer outra vacina inoculada no organismo humano, ela protege contra o agravamento do quadro clínico no caso de exposição ao vírus”, acrescenta.

Além disso, as pessoas vacinadas ainda podem transmitir o vírus da Covid-19. Essa transmissão pode acontecer tanto por vias aéreas, com espirro e tosse, por exemplo, como também através de objetos pessoais contaminados compartilhados. Por isso, a manutenção dos protocolos, como o distanciamento social, a higiene das mãos e o uso de máscaras, ainda é indispensável.

Deixe uma resposta