Maranhão mantém geração de empregos e tem alta de 6,6% em relação a 2021

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Previdência, mostram que o Maranhão conseguiu criar 3.669 novos empregos com carteira assinada no 1º trimestre deste ano. Isso significa um aumento de 6,6% na criação de postos de trabalho em relação ao mesmo período do ano passado. Este ano foram 58.855 admissões, enquanto em 2021 foram 55.186.

“Tudo isso se deve ao ambiente saudável para a abertura de novos negócios em nosso Estado, os investimentos que o Governo do Maranhão tem feito para aquecer a economia, e o bom relacionamento entre o público e o privado, que tem rendido bons frutos na geração de trabalho, emprego e renda”, explicou a secretária estadual do Trabalho e Economia Solidária (Setres), Lilian Raquel.

Ainda segundo o Caged, o Maranhão é listado como o 5º maior Estado do Nordeste na geração de novos empregos no 1º trimestre de 2022. Em primeiro lugar está Bahia com 9,1%, seguido por Alagoas (8,6%), Paraíba (7,6%) e Sergipe (7,5%). (O Informante)

Deixe uma resposta