Ministério Público instaurará inquérito para investigar tragédia no Mateus

O Ministério Público do Maranhão, por meio da Promotoria de Defesa do Consumidor, instaurará um inquérito civil público para investigar o acidente de consumo, ocorrido no Supermercado Mateus, no Vinhais, nesta sexta-feira (2.10.2020). A Delegacia do Consumidor investigará o aspecto criminal do acidente.

O MPMA manifesta solidariedade à família da funcionária Elayne Rodrigues, que morreu na noite desta sexta-feira no cumprimento de seu trabalho, e às pessoas feridas em decorrência do acidente.

O desabamento das gôndolas de aproximadamente 10 metros de altura aconteceu por volta das 20h, quando o supermercado estava em pleno funcionamento. Cinco prateleiras caíram sobre os clientes e funcionários em um efeito dominó. Vídeos da câmera de segurança da local, mostram o momento exato do acidente.

Outro vídeo que circulou pelas redes sociais mostra uma longa pilha de produtos de gêneros alimentícios entre outros nos escombros. As buscas pelas vítimas duraram 11 horas e envolveram mais de 144 bombeiros militares e 131 bombeiros civis.

Buscas

Por volta da 7h10 deste sábado (3), o Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) declarou como encerrada a operação de localização e socorro das vítimas do acidente ocorrido no supermercado Mateus da Curva do 90, em São Luís.

Após mais de 11 horas de trabalho intenso, a corporação encerrou as buscas. Em nota divulgada no início deste sábado, o CBMMA já havia confirmado uma vítima fatal e o atendimento a oito pessoas com ferimentos leves, como explicou o coronel Célio Roberto, comandante do CBBMA.

“Foram atendidas nove vítimas, infelizmente uma veio a óbito, as outras oito vítimas foram transportadas para hospitais aqui da cidade. Fizemos um trabalho intenso, busca minuciosa durante toda a noite, mas, graças a Deus, não encontramos mais nenhuma vítima”, relata o comandante.

Às 20h15 da sexta-feira (2), o Corpo de Bombeiros foi acionado para atuar na ocorrência no supermercado, onde cinco prateleiras do local caíram com todos os produtos enquanto havia pessoas no local.

O CBMMA planejou e executou a operação envolvendo 14 viaturas dos bombeiros, além de ambulâncias e viaturas de outros órgãos, 144 bombeiros militares e 131 bombeiros civis. A ação de salvamento das vítimas contou com equipes da Polícia Militar, Polícia Civil, Secretaria de Saúde, SAMU e Gabinete Militar do Poder Executivo.

Atendimento aos feridos

Também em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que, das oito pessoas feridas, três foram assistidas pela equipe multiprofissional da UPA do Vinhais, com escoriações e ferimentos leves. Após atendimento e apresentando quadro clínico estável, os pacientes receberam alta médica ainda nesta madrugada.

Em postagem nas redes sociais, o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, comunicou à população os procedimentos adotados pela SES para garantir a integridade das oito vítimas salvas com vida.

“Colocamos à disposição as UPAs, Hospitais de Traumatologia e Ortopedia, Hospital de Cuidados Intensivos e o Hospital Dr. Carlos Macieira, bem como quatro ambulâncias para somar aos veículos do SAMU”, detalhou o secretário.

2 pensou em “Ministério Público instaurará inquérito para investigar tragédia no Mateus

  1. As coisas no Brasil só funciona assim. Eles deveriam investigar as humilhação dos funcionários. Quebrar o monopólio do Mateus, Vcs da mídia ficam calado.

Deixe uma resposta