Notinhas Rápidas

Chiquinho com Sarney e Roseana

Ex-senador, ex-deputado federal, ex-secretário executivo do Ministério da Integração Nacional e ex-assessor especial nos governos José Sarney, Lula e Dilma, Chiquinho Escórcio esteve reunido com o ex-presidente José Sarney e a ex-governadora Roseana.

Adriano Sarney estadual

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) confirmou que concorrerá à reeleição. Ele chegou a ensaiar uma candidatura a federal, mas almeja mesmo retornar à Assembleia Legislativa.

Sem olhar para o retrovisor

Em evento do MDB, o deputado Roberto Costa falou em “dialogar com todos” e disse que o partido não pode “olhar para o retrovisor”, num claro sinal de uma possível aliança eleitoral com o governador Flávio Dino.

‘Roseana tem voto’

Ainda em seu discurso, Roberto Costa disse que quem tem voto é o MDB com Roseana. Não custa lembrar que um dos caciques do partido, o ex-senador e ex-governador João Alberto não conseguiu se eleger vereador em Bacabal. Acabou na segunda suplência do MDB com apenas 944 votos.

Othelino, Weverton, Brandão

O presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto (PCdoB), realizou, hoje, um prestigiado almoço de confraternização com deputados. Além de deputados estaduais, federais, presidentes de poderes, secretários de estado, estiveram presentes o vice-governador Carlos Brandão e o senador Weverton Rocha.

Colégio Dom Bosco denunciado

O Colégio Dom Bosco, uma das escolas mais tradicionais de São Luís com mais de 60 anos de história, está sendo acusado de negar matrícula a uma criança autista. A denúncia foi feita pelo blogueiro Yuri Almeida através das suas redes sociais. “No Dom Bosco, em São Luís, aguardando equipe do @ProconMaranhao . Estão procrastinando matrícula de meu filho, autista, menor. Sequer estão nos recebendo. É crime, repugnante e desumano. Também vou levar o caso à Polícia e Ministério Público”, denunciou Yuri Almeida. Veja mais aqui e aqui.

1 pensou em “Notinhas Rápidas

  1. Amigo, sem querer polemizar, mas eu fico me perguntando se o direito de uma criança pode sobrepujar o direito das outras crianças. Não digo que seja o caso tratado na matéria, até para não ser irresponsável. Meu filho estudou numa escola em Curitiba e, na sala dele, havia uma criança que tinha sérios distúrbios mentais. Era agressiva, batia e mordia as outras crianças, atrapalhava as aulas e meu filho chegava a ponto de chorar com medo de ir pra aula. Não sei o grau de autismo da criança envolvida na notícia, e não estou dizendo que a criança violenta do exemplo acima fosse autista, mas acho que existe um ponto em que o recomendável deveria ser a matrícula numa instituição especializada. Na mesma escola que falei, haviam outras crianças com autismo, mas que eram excelentes alunos. Não dá pra generalizar. Há casos e casos. Como não conheço o caso concreto, não vou opinar.

Deixe uma resposta