Operação Etiópia-Maranhão: livro que detalha compra de respiradores pelo Governo Flávio Dino já está à venda

Em 2020, o Governo do Maranhão, após articulações da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), realizou uma operação de guerra para importar respiradores da China, com desvio pela Etiópia para evitar confisco pelo Governo Federal. A saga virou um livro-reportagem. Escrito pelo jornalista Wagner William, “A Operação Secreta Etiópia-Maranhão” já está à venda.

Lançado pela editora Vestígio, o livro detalha os bastidores da ação do Governo do Maranhão contra a Covid-19, considerada uma das ações mais emblemáticas realizadas no combate à pandemia no Brasil.

No total, foram comprados 187 respiradores da China, com recursos provenientes da rede solidária formada por empresários de todo o Brasil. A primeira carga, com 107 equipamentos, foi transportada pela Etiópia para “fugir” dos outros países, diante da escassez dos equipamentos no mundo – a segunda remessa contou com mais 80 aparelhos e 200 mil máscaras N95.

O livro narra a maneira como o Brasil encarou o início da pandemia, destacando a matéria “Maranhão comprou da China, mandou para Etiópia e driblou governo federal para ter respiradores – Depois de ter sido atravessado por Alemanha, EUA e governo federal, estado montou operação de guerra”, do dia 16 de abril de 2020, publicada no site do jornal Folha de S. Paulo.

“Estou muito honrado em ter ajudado o povo do Maranhão, ao lado do governador Flávio Dino, nessa saga para trazer respiradores e insumos. Seguiremos trabalhando diariamente para tentar amenizar os impactos da pandemia na vida dos maranhenses, firmes na missão de salvar vidas no nosso estado”, analisou o secretário da Seinc, Simplício Araújo.

Livro “A Operação Secreta Etiópia-Maranhão” (Foto: Divulgação)

Mais doações

A Seinc articulou, também, a entrega de: 600 mil litros de álcool 70; soluções de álcool em gel; aproximadamente 10 mil cestas básicas; 16 mil pacotes de papel higiênico e papel toalha; aparelhos de ar-condicionado; colchões para a ampliação de leitos hospitalares; 950 máscaras face Shields; e oito ambulâncias.

Todas estas doações ocorreram após contrapartidas sociais articuladas pela Seinc, utilizadas como objetos de melhoria social e instrumentos importantes e necessários para combater a atual crise sanitária mundial.

Wagner William

“A Operação Secreta Etiópia-Maranhão – A guerra dos respiradores no ano da pandemia” é um livro escrito pelo jornalista paulista Wagner William, autor de “O soldado absoluto”, “O primeiro voo do condor” e “Uma mulher vestida de silêncio”, e vencedor do Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos.

Para adquirir o livro, acesse: https://bit.ly/3ssHx0u

Deixe uma resposta