Pesquisa CNT/MDA: Bolsonaro 29,1%; Lula, 17%; Ciro, 3,5%; Moro, 2,4%

O presidente Jair Bolsonaro teria apoio de 29,1% do eleitorado se a eleição presidencial de 2022 fosse hoje, segundo pesquisa CNT-MDA divulgada nesta quarta-feira. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contaria com 17% dos votos. O levantamento foi espontâneo, sem a apresentação de nomes de eventuais candidatos para quem respondeu o questionário.

De acordo com a pesquisa, Ciro Gomes (PDT) teria 3,5% dos votos. O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro (sem partido), contaria com apoio de 2,4% do eleitorado, seguido de perto por Fernando Haddad (PT), com 2,3%. João Amoêdo (Novo) teria apoio de 1,1%. Luciano Huck (sem partido), Marina Silva (Rede), Dilma Rousseff (PT) e João Doria (PSDB) teriam menos de 1% cada.

Pouco mais de um ano após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tomar posse, 34,5% dos brasileiros avaliam positivamente a atual administração e 31% negativamente. Já em relação ao desempenho pessoal do presidente, a aprovação passou de 41% em agosto para atuais 47,8%, enquanto a desaprovação caiu de 53,7% para 47% no mesmo período.

Entre as áreas com pior desempenho no governo estão saúde, com 36,1%, educação, 22,9%, e meio ambiente (18,5%). Os setores avaliados com melhor desempenho são combate à corrupção (30,1%), economia (22,1%) e segurança (22%).

O levantamento apurou que 10,5% votariam em branco ou anulariam o voto; 30,2% disseram que não sabem ou não responderam.

Contratado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), o instituto MDA ouviu 2.002 pessoas em 137 municípios entre os dias 15 a 18 de janeiro de 2020. A margem de erro máxima é de 2,2 pontos percentuais. Do Valor Econômico

1 pensou em “Pesquisa CNT/MDA: Bolsonaro 29,1%; Lula, 17%; Ciro, 3,5%; Moro, 2,4%

  1. Essa pesquisa foi feita dentro do Instituto Lula, só pode. Hoje Bolsonaro goza de mais de 75% do eleitorado brasileiro. Essa pesquisa não tem o menor sentido. Kkkk

Deixe uma resposta