Polícia Civil indicia familiares e funcionários ligados a vereadora de Bacabeira

A Polícia Civil do Maranhão indiciou Jairo Omar Lima de Castro, Michelle Christine de Oliveira Costa, Jairo Omar Lima de Castro Júnior, Benedito Monteiro Leite e Hadimilde Hanema Fonseca de Jesus pelos crimes de ameaça, difamação e injúria. Todos eles são ligados a vereadora de Bacabeira, Kellyane Calvet.

Eles estavam sendo investigados sob suspeita de criação de um perfil fake no Facebook, intitulado Carlos Moreira, o qual atacava a honra e fazia ameaças a pessoas de Bacabeira, especialmente servidores públicos e autoridades como informa relatório da Polícia Civil.

De acordo com a investigação da Polícia Civil, o perfil fake “Carlos Moreira”, foi acessado de 219 vezes por computadores utilizados por Jairo Omar Lima de Castro, Hadimilde Hanema Fonseca de Jesus, Michelle Christine de Oliveira Castro e Jairo Omar Lima de Castro Júnior. Já Benedito Monteiro Leite é o titular da conta de e-mail que foi criado o perfil fake.

O que chamou a atenção da Polícia Civil também foi o uso de um e-mail institucional do Colégio Santo Expedito de propriedade da família do marido da vereadora Kellyane Calvet, para o uso do perfil fake. Michelle Christine utilizou o endereço cse_santoexpedito@hotmail.com, assim como fez 43 acessos diretamente do endereço do Colégio Santo Expedito entre janeiro e maio de 2019.

Durante as investigações todos foram ouvidos na companhia do advogado José da Silva Calvet Neto, porém todos permaneceram calados.

Jairo Omar Lima de Castro é pai de Jairo Omar Lima de Castro Júnior, cunhado da vereadora Kellyane Calvet, Michelle Christine também é cunhada da parlamentar. Já Hadimilde Hanema e Benedito Monteiro Leite são funcionários do Colégio Santo Expedito.

A Polícia Civil a pedido do delegado de Bacabeira, Ednaldo Silva dos Santos, indiciou todos os citados no dia 15 de outubro nos artigos 139, 140, 147 e 288 do código penal.

Deixe uma resposta