Prefeitura de São Luís oferece auxílio emergencial e grevistas recusam

É inverídica a informação de que a Procuradoria do Município não teria apresentado nenhuma medida que pudesse pôr fim ao impasse entre rodoviários e empresários, durante a audiência realizada neste sábado (23), no Tribunal Regional do Trabalho.

A Procuradoria, em nome do Município de São Luís, propôs um auxílio emergencial ao sistema de transporte público para pôr fim ao movimento grevista, o que foi rejeitado.

O Município segue auxiliando no que for preciso para que o transporte público volte a funcionar normalmente para atender a população de São Luís.

Na falta do acordo, ficam mantidas todas as decisões anteriores, incluindo multa diária de R$ 50 mil e bloqueio de contas dos sindicatos.

Deixe uma resposta