Prefeitura de São Luís testa comunidade escolar contra Covid-19 em preparação para retomada das aulas presenciais

Com o objetivo de garantir a segurança sanitária na retomada gradual das aulas na rede municipal de ensino, prevista para a próxima segunda-feira (16), a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realiza, durante toda esta semana, a testagem gratuita contra a Covid-19 em profissionais da educação e pais ou responsáveis pelos alunos. A ação integra um conjunto de medidas para a prevenção da pandemia, implementadas pela gestão do prefeito Eduardo Braide.

No total, serão realizados mais de 2.800 testes sorológicos de Covid-19 em 14 unidades escolares que já retomam, na próxima semana, as aulas em formato híbrido, presenciais e remotas. O titular da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Marco Moura, reforça que a testagem e a imunização de todos os profissionais, alinhada à adoção de protocolos sanitários, garante a prevenção de casos do novo coronavírus. O secretário disse que até a segunda-feira (16), todas as escolas que irão retomar as atividades, estarão prontas para receber os alunos e garantir conforto e seguridade sanitária nesta retomada.

“Estamos realizando a testagem contra a Covid-19, a pedido do prefeito Eduardo Braide, em todas aquelas escolas que, neste primeiro momento, vão receber os alunos presencialmente. A partir disso, vamos ampliar a realização destes exames nas demais unidades educacionais, para garantir que todos tenham segurança nessa retomada das aulas. Nossos professores, funcionários e colaboradores estão preparados com as melhores estratégias pedagógicas para receber nossos alunos e proporcionar uma educação de qualidade”, reforçou o secretário.

Testagens

A testagem é uma das principais recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para controlar a disseminação da Covid-19. As escolas também receberam kits para a realização dos testes para prevenção e controle contra o novo coronavírus. De acordo com a Semed, foram distribuídas 28 caixas de máscaras, 28 caixas de toucas, 14 caixas de luvas e 14 litros de álcool em gel.

Na manhã desta terça-feira (10), a UEB Tom & Jerry, no Vinhais, recebeu as equipes de saúde para a realização de testagens. Na segunda-feira (9), a UEB Alberto Pinheiro, Anexo Infantil, no Centro, e a UEB Miguel Lins, no Ipase de Baixo, também receberam a comunidade escolar para a realização de testes gratuitos de Covid-19. Professores, funcionários e pais de alunos foram submetidos aos exames. O material genético é coletado por meio de swabs (cotonetes) de nasofaringe e o resultado é divulgado em cerca de minutos.

Além da testagem, as unidades escolares que possuem, em média, 130 crianças nos dois turnos, também reforçaram os protocolos sanitários para a recepção dos alunos. Entre as medidas adotadas, está a redução do número de crianças por turma, disposição de pontos estratégicos com álcool em gel, pias com água e sabão e a determinação do uso de máscara durante as atividades.

Para Liana Teresa Campos Pinho, gestora da UEB Alberto Pinheiro, a realização da testagem neste momento que antecede a retomada dos estudantes é essencial para a prevenção de casos de Covid-19 na unidade escolar. Em reforço a essas ações de retomada, ela explica que a escola tem se preparado também com reunião com os professores e ambientação escolar.

“Eu acho muito seguro e essencial, para garantir a volta das crianças sem problemas e diminuir alguma manifestação de contágio contra o novo coronavírus. Sem dúvida, essa medida vai nos ajudar bastante, principalmente para recepcionar nossos alunos. Estamos, também, somadas a essas medidas, fazendo a ambientação escolar, reunião com os professores para receber nossos estudantes da melhor forma”, disse.

Segurança

A ação agradou pais e responsáveis dos alunos da rede municipal de educação, que também foram contemplados com a testagem. Ansiosa pela retomada das aulas do filho, o pequeno Enzo Gabriel, de 5 anos, dona Dalvânia de Pinho, ficou satisfeita por ter sido submetida ao teste de Covid-19, que felizmente, foi negativo.

Ela diz que a medida vai proporcionar mais tranquilidade durante o período em que o filho estiver na escola. “É importante fazer mesmo, até mesmo porque deixamos nossos filhos nas escolas, a gente precisa ficar despreocupada sobre a saúde deles. Por isso, vim aqui fazer o teste e deu negativo e agora me sinto protegida”, afirmou.

Mãe de Enzo Gabriel, de 3 anos, dona Maira Aparecida Gonçalves, agradeceu as equipes da Semed por incluir às famílias a realização dos testes contra o novo coronavírus. “É gratificante poder realizar esse teste, até mesmo porque é uma forma de proteção para a gente. Achei muito legal, por parte da escola, chamar os pais para fazer os testes e nos alertar sobre os perigos da doença. Às vezes, a pessoa tem Covid-19, mas não sabe. Por isso achei muito bom mesmo, até mesmo para proteger os nossos filhos”, reforçou.

Retorno gradual

As aulas presenciais retomam a partir de 16 de agosto de forma gradual e híbrido na rede municipal de ensino, ou seja, os alunos terão aulas presenciais e em formato remoto. As turmas terão aulas com 50% da capacidade dos alunos e estas, serão divididas por grupo. Desta forma, na semana que os estudantes estiverem em casa, o outro grupo terá atividades on-line.

De acordo com a Semed, aqueles estudantes que têm dificuldade de acesso à internet, as atividades serão impressas e entregues na própria unidade de ensino em que ele é matriculado. O modelo será usado apenas para alunos do Ensino Fundamental (1º ao 9º anos). Já os alunos da Educação Infantil (3 a 5 anos), as aulas serão retomadas de forma presencial.

1 pensou em “Prefeitura de São Luís testa comunidade escolar contra Covid-19 em preparação para retomada das aulas presenciais

  1. A iniciativa de testagem é bastante positiva, o problema é o depois, por exemplo, quem vai fiscalizar o cumprimento do protocolo?. Todos sabem das especifidades das escolas públicas que não funcionam com o mesmo rigor das instituições particulares. Outra coisa fugindo do tema, quando a Semed vai “publicar” o eventual edital de licitação para empresa de limpeza para realizar o trabalho de limpeza das escolas? será que a gestão atual fará um novo aditivo do contrato da empresa que já está há mais de 8 anos nas escoalas, aliás, quase 9. Quem acompanha o noticiário político sabe como funcionam essas coisas. Espero que a administração pelo menos tente se diferenciar da gestão de Edivaldo em alguma coisa pelo menos isso.

Deixe uma resposta