Professora Mônica Araújo, candidata à Direção do CCSo UFMA, apresenta novo programa de gestão durante lançamento virtual

A professora do Departamento de Turismo e Hotelaria, Mônica Araújo, e Doutora em Desenvolvimento socioambiental, apresentou nesta quarta-feira (21) o seu  programa de gestão 2022-2026 para à diretoria do Centro de Ciências Sociais, cargo para o qual concorre em eleições marcadas para o próximo dia 28 de Janeiro. A apresentação ocorreu durante o lançamento on line de sua candidatura, que tem recebido muitas adesões de professores, técnicos e estudantes.

“Foi um momento muito bom em que recebemos muitas adesões e pudemos apresentar o nosso programa de gestão para o próximo quadriênio, e também recebemos muitas adesões a esse projeto, construído coletivamente por professores, estudantes e técnicos”, destacou Mônica Araújo. A professora foi escolhida pelo CCSo Coletivo e Resistente, grupo de professores, estudantes e técnicos, para concorrer à direção do Centro.

O programa de Mônica Araújo para o CCSo é dividido em quatro eixos: gestão democrática e autonomia universitária, infraestrutura, acessibilidade e arte, cultura e lazer.  “Pretendemos promover de forma sistemática debates acerca dos grandes temas de interesse das universidades com ampla participação da comunidade universitária”, destacou Mônica.

Para a professora Cacilda Cavalcanti, do Departamento de Educação II, a candidatura da professora Mônica para a direção do Centro de Ciências Sociais representa a luta de muitos docentes, discentes e técnicos administrativos que defendem a universidade pública, gratuita, laica, plural e com qualidade social, a democracia e a autonomia da UFMA.

“Eu vejo a candidatura da professora Mônica como uma possibilidade de construirmos um CCSo mais ativo politicamente, um espaço de fomento do pensamento crítico, de engajamento nas grandes questões sociais que envolvem a universidade”, afirmou a professora Cacilda.

Ainda, o Professor David Bouças, do Departamento de Turismo e Hotelaria, enfatizou que “o programa de trabalho apresenta os princípios que orientam a candidatura de Mônica e as propostas a serem implementadas para alcançar os ideais de universidade que se quer para o Centro de Ciências Sociais”.

Ressalta-se que as propostas, ora apresentadas, serão ampliadas e ganharão mais consistência, à medida que novos sujeitos se engajem nesse processo construído coletivamente. É fundamental precisar que tal processo estará sempre em vias de debates para seu aprimoramento constante.

Deixe uma resposta